Dungeons & Velociraptors 27-janeiro-2014

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa

Segunda, 27 de janeiro de 2014, 19:30

Dia 26 de janeiro é o provável aniversário do Dungeons & Dragons, o primeiro RPG publicado e em 2014 comemoramos o 40º aniversário deste sistema e aproveitamos a data para uma pequena demosntração da 4ª edição deste sistema.

Abrimos os trabalhos comigo (Itiro) explicando um pouco das regras e sobre as personagens prontas. A aventura escolhida foi "Keep on the Shadowfell", uma mini campanha introdutória que foi lançada com a 4 edição. A sessão deveria começar com um aquecimento, um tutorial sobre o sistema de combate com um leve embate contra um grupo de kobolds. Mas qualquer pessoa que já tenha mestrado sabe que nenhum plano resiste ao encontro com seus jogadores.

O que se viu foi um encontro épico entre nossos intrépidos aventureiros e os kobolds.

O grupo foi formado por 2 jogadores, controlando 3 personagens:

  • Lightfoot, mago eladrin (que nós chamamos de elfo o tempo todo)
  • Thunder, paladino dragonborn
  • Frodo, ladino halfling (personagem "coletivo" para completar o grupo)

O primeiro encontro da noite foi contra 8 kobolds: 5 minions, 2 dragonshields e 1 slinger. No segundo turno o mago, cumprindo sua função, conseguiu matar todos os minions e tudo parecia caminhar de acordo com os planos. O que se seguiu foi uma mistura de inexperiência e algum azar dos jogadores e alguma sorte do mestre.

Muitos turnos de combate depois, Frodo foi reanimado várias vezes pelo Paladino que usou várias vezes sua habilidade "Lay on hands" no ladino até que os kobolds finalmente conseguiram deixar Thunder inconsciente. No fim do combate um "magic missile" de Lightfoot (o único que estava mais ou menos inteiro) deu fim ao último kobold a tempo de salvarem Thunder da morte, Frodo terminou a noite com 2 pontos de vida (porque os kobolds conseguiram errar 2 ataques contra ele).

Terminamos a noite aqui, acho que deu para mostrar como o sistema de combate funciona, infelizmente virou uma noite de rollplay e não roleplay porque a maioria das coisas girou em torno de um mapa e do combate que tem muito mais cara de jogo tático do que de roleplay mesmo.