Horta do Garoa

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa

O Projeto

O objetivo é criar uma horta vertical, que possa ser plantada e cuidada em qualquer espaço e com o máximo de automatização.

No início vamos começar com idéias simples para fazer e manter a horta.

Premissas:

  • para regar as plantas todos os dias, precisaremos de um mecanismo automático
  • usar materiais facilmente encontrados e, quando possível, reciclados (ex: garrafas PET)
  • no início faremos uma horta pequena e simples, e depois vamos sofisticando o projeto
  • a horta precisa ser bem protegida contra ataques de animais (principalmente o gato que ronda a vizinhança)
  • no futuro, queremos montar uma horta hidropônica

Algumas idéias:

Material:

  • O Shibuya doou algumas sementes e torta de mamona (adubo)
  • Anchises doou alguns vasos pequenos
  • Diogenes sugeriu usarmos um gotejador. Vai trazer alguns canos.

Programação

Horta do Garoa é o evento de periodicidade aleatória mensal onde cuidamos e aprimoramos a horta do Garoa. Nos reunimos todo quarto sábado de cada mês para prosseguir com as fases de desenvolvimento da horta, além de periodicamente verificar o andamento e crescimento das plantinhas. Atualmente está dividido em 5 fases, ainda em planejamento.

Qualquer pessoa pode participar das reuniões.


Fases

  • 1a fase
    • Montar a estrutura de PVC
    • Cobrir a estrutura de PVC com tela
    • Controle de temperatura automático para não cozinhar as plantas dentro da estufa
  • 2a fase:
    • Controle da irrigação com CI-Relógio e arduino
  • 4a fase
    • Iluminação artificial
  • 5a fase - Monitoramento
    • página html com os dados do monitoramento e stream

Quando e onde

Todo quarto sábado de cada mês, a partir das 9h00, no Garoa

Próximos encontros e atividades

  • Sábado, 23 de novembro de 2013, 9h00
    • Atividades a definir
  Antes de sair de casa, confira sempre se o encontro está confirmado em nossa página principal.

Encontros passados

26/10/2013

Podamos a árvore do quintal do Garoa, pois estava atrapalhando a circulação e bloqueando o sol na horta. Começamos a cobrir a estrutura com tela, felizmente o gato parece ter se cansado da horta e agora cairá bem menos folhas no quintal.

  • Veja as fotos

21/09/2013

A documentar

24/08/2013

Construímos uma estrutura em PVC mas não conseguimos tela nem plástico para montar a estufa (principalmente para proteger a terra do gato que vandaliza a horta do Garoa). Concentramos nosssas atenções no sistema de irrigação e ligamos um gotejador em cada vaso que possuia mudas plantadas. Construímos também uma solução alternativa de irrigação com garrafa pet e barbante. Uma outra garrafa pet foi pendurada para testar se o nosso coleguinha felino revirador de terra será capaz de revirar nossas cenouras suspensas ou se vai só usar como balanço.

Por enquanto o sistema de irrigação está ligado diretamente na torneira e precisa de um escravo voluntário para ligar e desligar a torneira diariamente (uns 5 minutos). Temos agora uma válvula solenóide de máquina de lavar para controlar abertura e fechamento do fluxo de água e automatizar esse processo, mas essa parte ficará para os próximos capítulos.


  • Veja as fotos

16/08/2013

Primeira colheita

  • Veja as fotos

10/08/2013

Diógenes trouxe novos vasos com plantas e nova terra.

Jogamos fora uma parte dos vasos e terras antigas, e deixamos dois vasos antigos na esperança de que o gato use eles, em vez dos vasos novos.

20/04/2013

Os gatos do vizinho pedem para agradecer pelas novas caixinhas de areia. Será que fezes de gato é um bom adubo orgânico?

  • As mudas que plantamos não vingaram. Mas a terra está molhada, logo o gotejador funcionou.
  • Precisamos colocar algum tipo de tela para proteger os vasos

As sementes que deixamos germinando não germinaram.

06/04/2013

Neste dia iniciamos o projeto da horta do Garoa, com a presença do Diógenes, Rafael, Anchises, Vinícius, Eduardo e Camila.

  • Local da Horta:
    • Escolhemos o local provisório da horta: no quintal da entrada, próximo a torneira.
    • Verificar se há luz suficiente (pois o pé de romã faz muita sombra)
  • Mudas
    • O Diógenes trouxe várias mudas de alface, tomate e morango que ele preparou em casa.
    • As sementes foram colocadas em um pequeno copo selado, para que a própria humidade da terra forneça um ambiente próprio para a germinação.
    • Deixamos vários copinhos com mudas de alface nas batentes das janelas, que serão nossos "berçários".
    • Plantamos algumas sementes de cenoura em uns copinhos, para germinarem.
  • Vasos
    • Inicialmente preparamos dois primeiros vasos, um com duas mudas de alface e outro maior, com três mudas de tomate.
    • Tínhamos pedras para preparar apenas quatro vasos, mas somente muda para os dois primeiros.
    • Usamos vasos tradicionais, mas o Rafael também nos ensinou a fazer um vaso com garrafas PET, montados de forma que é formado um pequeno reservatório interno de água para garantir a irrigação do vaso.
  • Irrigação
    • O Diógenes preparou os canos de irrigação (que ele comprou em loja especializada) e colocou os terminais nos dois vasos.
    • Futuramente faremos um esquema para regar as plantas através da captação de água da chuva aproveitando o escoamento de água do telhado.

Para saber mais detalhes, visite o blog sobre o encontro.

Atividades para o próximo encontro:

  • providenciar mais pedras e preparar mais vasos
  • verificar a germinação e o crescimento das mudas e, se estiverem prontas, plantar nos demais vasos
  • preparar mais mudas com as sementes que temos (trazer filme plástico)
  • começar a preparar um sistema de captação de água, redirecionando para um tambor os canos do escoamento da calha

28/02/2013

Reunião inicial aonde discutimos várias idéias, tais como:

  • fazer a horta no quintal, no espaço entre a biblioteca/luditeca e o depósito
  • a Cecília comentou sobre sua idéia de um mini-pomar de "bonsais gigantes"
  • o trouxe algumas sementes
  • o Eric comentou sobre um mecanismo automático para regar as plantas todos os dias, que precisa essencialmente de um temporizador (ele tem um MSP430 que é low-power) e uma válvula eletromagnética.