Pingo/Intel IoT Roadshow

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa
Acima: Intel Galileo Gen 2 com Garoa Dojo shield. Abaixo: Arduino UNO com Garoa Dojo shield.

Nos dias 28 e 29/nov/2014 a Intel realizou em São Paulo o seu IoT Roadshow, uma hackaton onde os participantes tinham dois dias para desenvolver projetos com a placa Galileo Gen 2. Vários associados do Garoa estavam presentes, e um grupo formado por Afonso Coutinho, Lucas Vido, Luciano Ramalho, Ricardo Bánffy e Ricardo Martinelli trabalharam para integrar o Galileo Gen 2 ao Projeto Pingo.

O driver do Galileo Gen 2 para o Pingo (galileo.py) foi concluído com sucesso pelo Lucas Vido com ajuda do Ricardo Martinelli. O driver do Galileo inclui suporte a pinos analógicos e PWM, sendo no momento o driver mais completo que há entre todas as placas suportadas. Afonso e Martinelli trabalharam também no suporte a servos, enquanto Bánffy e Ramalho desenvolveram um clone do jogo Pong clássico para demonstração.

Pongo: o Pong do Pingo

A fim de demonstrar a integração entre o Galileo e o Arduino através do Pingo, montamos o painel de demonstração da foto ao lado. O Galileo está ligado ao Arduino via USB e a um notebook (fora da foto) via Ethernet. Um Garoa Dojo Shield foi instalado no Galileo e outro no Arduino. O programa pongo.py é executado no Galileo através de um terminal no notebook. No programa, os potenciômetros ligados ao Galileo e ao Arduino são monitorados usando o Pingo, cuja API uniforme simplifica o desenvolvimento de projetos que devem suportar várias placas. O jogo é exibido em modo texto no terminal, e os jogadores usam os potenciômetros dos Garoa Dojo shields para controlar os rebatedores.

Referências