Proposta Mozilla

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa
   ESTE DOCUMENTO ESTÁ EM FASE DE CONFECÇÃO E DURANTE ESTA FASE O GAROA HC NÃO ENDOSSA O SEU CONTEÚDO


==Proposta Mozilla-Garoa em Inglês / Proposal Mozilla-Garoa English version

You can read the English version of this proposal here: Mozilla-Garoa proposal


Sobre o Garoa Hacker Clube

O Garoa Hacker Clube é um espaço aberto e colaborativo que proporciona a infraestrutura necessária para que entusiastas de tecnologia realizem projetos em diversas áreas, como segurança, hardware, eletrônica, robótica, espaçomodelismo, software, biologia, música, artes plásticas ou o que mais a criatividade permitir.

Há cerca de um ano e meio mantemos um espaço permanente e em constante evolução que pode ser frequentado por qualquer um, tanto para participar de atividades quanto para desenvolver projetos. Disponibilizamos diversos equipamentos, feramentas e materiais para a realização de projetos, como uma Impressora 3D, Arduinos, componentes eletrônicos variados, ferramentas básicas de marcenaraia, estações de solda e de retrabalho, instrumentação eletrônica (osciloscópios, geradores de função, multímetros e fontes reguladas), hardware velho e uma extensa biblioteca.

Histórico

O Garoa Hacker Clube, primeiro hackerspace brasileiro, sediado na cidade de São Paulo, nasceu da mobilização de um grupo de entusiastas pela proposta de um hackerspace que inicialmente se reuniram a partir de redes sociais na internet e, posteriormente, conheceram-se pessoalmente em universidades, eventos e encontros de outros coletivos.

Após cerca de um ano de discussão e planejamento on-line, o grupo passou a encontrar-se regularmente na Universidade de São Paulo e, menos de dois meses depois, ainda sem nome, passou a ocupar o que hoje corresponde à metade de seu atual espaço: um porão de 12m² na Casa da Cultura Digital. Em pouco tempo o grupo passa a revestir-se de uma identidade cada vez mais definida, que culminou com a escolha de um nome que representasse a cultura local, nossos objetivos e nossa identidade.

Com o início de atividades regulares, como a "Noite do Arduino", o "Turing Clube" e o "Hackaday", o espaço estabelece-se como ponto de encontro de hackers e afins, de modo que se possa dizer "vamos lá para o Garoa!" com a certeza de encontrar algum projeto sendo desenvolvido, uma palestra ou simplesmente se divertir.

Com o intuito de dar suporte burocrático e financeiro às nossas atividades, no dia 20 de Fevereiro de 2011 (em 1298244863 UTC) o Garoa Hacker Clube foi estabelecido como uma pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos de caráter social, cultural, educacional, técnico-científico e recreativo, sem cunho religioso ou partidário, que tem por objetivo prover uma infraestrutura comunitária aberta àqueles que desejam realizar projetos individuais ou colaborativos, compartilhando conhecimento e socializando.

Ao longo de 2011, mais e mais pessoas passaram a frequentar o Garoa e a tomar contato com a filosofia hacker e com o conhecimento compartilhado por meio de projetos e atividades - além das originais, em 2011 membros e frequentadores propuseram e realizaram novas atividades, como as "Noites do Pinball" e as oficinas "Reaprendendo a Desenhar" e "Arduino 100 Noção", além de eventos pontuais como "Eletrônica com carinho", a "Conferência O Outro Lado" (CoOL) e o Garoa Hacker Camp; ou ainda eventos repentinos e de improviso como os coding dojo e oficinas como a de Lock Picking..

Dado o sucesso e a forte adesão a tais atividades - sem mencionar os diversos projetos pessoais desenvolvidos por frequentadores - a crescente comunidade do Garoa têm sofrido com as limitações de espaço: já não são raras as ocasiões em que o espaço é frequentado por uma dezena de pessoas sem que haja qualquer programação prévia. A limitação de espaço não tem restringido a nossa capacidade de desenvolver novas atividades e projetos, além de realziar atividades que comportem a demanda de público existente.

Desse modo, desejamos abrir-nos ao auxílio de entidades externas que compartilhem e respeitem nossos ideais para buscar a expansão física de que necessitamos.

   colocar números atuais: sócios, entrada, gastos, patrimônio estimado (ou listar equipamentos)

Impacto social

Fruto da iniciativa de 16 sócios-fundadores, hoje contamos com 25 associados regulares, cerca de uma centena de frequentadores esporádicos e uma lista de discussão com cerca de 600 participantes.

Inserido no contexto global de hackerspaces, o Garoa já realizou dezenas de atividades de cultura hacker e tecnologia digital, como oficinas e palestras de programação, eletrônica, segurança da informação, hacktivismo, design e artes plásticas.

Essas atividades são executadas em sua maioria por colaboradores brasileiros, mas também contaram com a presença de membros de hackerspaces e coletivos de outros países como EUA, Espanha (Catalunha), Chile, Portugal e Alemanha, atraindo centenas de interessados em cultura hacker para seus eventos e para sua causa.

Além disso, seus associados já realizaram intercâmbio com 17 hackerspaces pelo mundo nas fases pré e pós-fundação, tendo inclusive colaborado na criação do HHSPP (hackerspace ping protocol) e participado do Great_Global_Hackerspace_Challenge.

Elencado como um dos 26 centros de pesquisa brasileiros de segurança e ciberdefesa pelo relatório governamental "Desafios Estratégicos para a Segurança e Defesa Cibernética", que visa orientar o desenvolvimento de políticas públicas na área de segurança cibernética, o Garoa tem atuado como Think Tank de cultura hacker.

Em 2011 o Garoa colaborou com a proposta política do "Sistema de Incentivo a Capilarização da Produção Colaborativa e Compartilhada de Ciência, Tecnologia e Segurança na Informação na Sociedade" de interesse da comunidade e tem atuado como núcleo de apoio a formação de novos hackerspaces, já tendo se envolvido com a fundação de 2 hackerspaces no estado de São PAulo e colaborando ativamente com a formação de outros 9 espaços similares pelo Brasil, dentro das possibilidades da associação, normalmente contando mais com a paixão e o engajamento de seus associados do que com os recursos disponíveis para o envolvimento nestas atividades.

Meios de comunicação e divulgação

Lista de Discussão por e-mail

Endereço eletrônico: hackerspacesp@googlegroups.com
Participantes em Abril de 2012: 730
Tipo de meio: Eletrônico / Gratuito

Twitter

Endereço eletrônico: http://twitter.com/garoahc
Seguidores em Abril de 2012: 1.750
Tipo de meio: Eletrônico / Gratuito

Facebook

Endereço eletrônico: http://www.facebook.com/GaroaHC
Participantes em Abril de 2012: 860
Tipo de meio: Eletrônico / Gratuito

Atividades do Garoa Hacker Clube - números de 2011 e metas para 2012

Oficina "Arduino 100 noção"

logo by Tonydemarco


Público em 2011: 100 participantes (10 eventos realizados)
Previsão de público para 2012: 500 a 800 participantes (sem mudanças de estrutura)
Lotação máxima por evento: 15 participantes
Tipo de evento: Oficina / workshop Gratuito

A oficina "Arduino 100 Noção" teve início em 01/08/2011 e acontece todos os sábados das 10 às 13 horas na sede do Garoa e em outros locais, no ano de 2011 a oficina foi apresentada também no Instituto federal de educação tecnológica do Sul de Minas e no início de 2012 será apresentada no Campus Party 2012.

Até o momento foram atendidas por volta de 100 (lotação de 10 participantes por evento) pessoas que durante a oficina aprenderam o que é um microcontrolador e sua relação com o sistema Arduino por meio de montagem manual em protoboard de um sistema para uso de Led´s.

O maior objetivo desta oficina é trazer mais frequentadores e associados para o Garoa Hacker Clube, proporcionando a estes um nível básico de conhecimento para sua integração as atividades do clube e aos movimentos de software e hardwares livres que fazem parte da filosofia e atitude Hacker.

Como material didático são fornecidas apostila com conteúdo simples e de fácil acesso em formato de história em quadrinhos e como material prático são fornecidos para cada alunos os elementos eletrônicos para uso na oficina sem custos. Ao final da oficina o participante entende que pode, por si só, montar um sistema com microcontroladores de baixo custo e entende que não existe uma dependência de sistemas prontos, importados ou industrializados para liberar sua criatividade como criador.

Para o ano de 2012 pretendenos atender por volta de 500 pessoas nas dependências do Garoa Hacker Clube e expandir as atividades para outros espaços atingindo ainda mais público pois a oficina está sendo replanejada para atender o publico infantil, visando dar uma oportunidade de integração entre pais e filhos em um espaço criativo e livre.

Com o aumento do espaço proporcionado pela parceria com a Fundação Mozilla nossa previsão é de um aumento de 100% no número de pessoas atendidas no ano de 2012.

Curso "ReAprendendo a Desenhar"

logo by Tonydemarco
Reaprendendo aula2.png


Público em 2011: 200 participantes (14 aulas realizadas)
Previsão de público para 2012: 300 a 500 participantes
Lotação máxima por evento: 20 participantes
Tipo de evento: Aula gratuita

O "ReAprendendo a Desenhar" teve início em 13/09/2011 e acontece todas as terças das 19:30 as 21:30 horas na sede do ☂ Garoa Hacker Clube.

É um curso livre de desenho para pessoas que acham que não sabem desenhar. Em 2011 foram mais de 200 participantes, uma média de 15 alunos por aula.

O objetivo desta oficina é permitir que qualquer tipo de pessoas consiga se expressar desenhando e tenha prazer com isso. O curso foi criado para atender a necessidades dos associados do hackerspace, mas mostrou-se uma surpreendente ferramenta de divulgação por atrair muitas pessoas que não tem intimidade com eletrônica ou programação.

O material didático é composto apenas de papel e caneta.

Para o ano de 2012 pretendemos ampliar o número de alunos e diversificar as atividades, com visitas guiadas a museus e exposições de arte.


Oficina "Noite do Arduino"

logo by Tonydemarco

NoiteArduino20102011 1.png
EpochRemodelado.jpg
NoiteArduino20102011 3.png
NoiteArduino20102011 2.png
Público em 2011: 120 participantes (34 eventos realizados)
Previsão de público para 2012: 200 a 300 participantes
Lotação máxima por evento: 10 participantes
Tipo de evento: Oficina gratuita


A "Noite do Arduino" teve início em 16/11/2010 e acontece todas as quintas das 19:30 as 21:30 horas na sede do ☂ Garoa Hacker Clube.

É uma oportunidade para aprender, ensinar, construir e interagir com uma plataforma aberta de prototipação de hardware (Arduino) que se popularizou rapidamente devido ao seu baixo custo e à sua facilidade de uso. Não há atualmente uma programação fixa: os projetos tem surgido de forma espontânea. Não é preciso ter conhecimento prévio.

O material didático é composto de Arduinos, placas de expansão (shields), protoboards, sensores, motores e componentes eletrônicos em geral. Faz parte da proposta o Garoa ter este material didático à disposição dos participantes.

Para o ano de 2012 pretendemos ampliar o número de alunos, oferecer algumas atividades pré-formatadas e desenvolver uma apostila de apoio. Pretendemos também aumentar a disponibilidade do material didático.

"Noites do Pinball"

Noites do pinball.png
Flyer-NoitesDoPinball.png
Público em 2011: 5 pessoas (3 edições realizadas)
Previsão para 2012: de 5 a 10 pessoas
Lotação máxima por evento: 4 pessoas
Tipo de evento: Bate-papo informal + oficina mão-na-massa

Um espaço semanal para discutir a construção e restauro de máquinas de pinball a partir da experiência do projeto do Juca, que está montando a máquina 'Party Land' baseada no design do jogo Pinball Fantasies e compartilhando os avanços e as dificuldades deste projeto.

"Turing Clube"

Turing-Clube.png


Público em 2011: 150 inscritos 12 edições realizadas
Previsão para 2012: 30 edições e público de 300 participantes
Lotação máxima por evento: 20 participantes
Tipo de evento: Palestras, coding dojo, oficinas e debates

O Turing Clube é um Encontro realizado as quarta-feiras, a partir das 19h para promover oficinas, palestras e conversas para permitir a exploração e a divulgação científica dos fundamentos de computação, incluindo temas diversos como conceitos de computação, segurança da informação, criptografia, desenvolvimento de software e teoria de linguagens de programação.

Os encontros tem com objetivo de aprender, ensinar, desenvolver projetos em conjunto ou simplesmente conversar sobre temas como Segurança da Informação, Desenvolvimento de software e linguagens de programação. Dentro do espírito do hackerspace, o Turing Clube representa uma forma de atrair pessoas que se interessam sobre desenvolvimento e segurança para promover uma troca natural de experiências e de idéias entre eles e deles com o pessoal do hardware hacking. Acima de tudo, o Turing Clube pode aproximar e integrar todas estas áreas de conhecimento e desenvolver projetos em conjunto.

Conferência "O Outro Lado" (Co0L)

logo by Tonydemarco
Co0L palestra Gisele.jpg
OficinaLockpicking.jpg
Co0L muvuca.jpg
Co0L foto oficial 2.jpg
Público em 2011: 250 inscritos (2 edições realizadas)
Previsão de público para 2012: 2 edições e público de 300 participantes
Lotação máxima por evento: 150 participantes
Tipo de evento: Conferência no estilo Security B-Sides com palestra, painéis, oficinas, debate e churrascker sem custo para os participantes

A Conferência O Outro Lado (Co0L) é uma mini-conferência sobre segurança da informação, organizada pelo Garoa Hacker Clube como forma de divulgar o nosso espaço e, principalmente, promover a troca de informação, a integração entre os participantes e a cultura hacker. A Co0L foi inspirada no modelo das conferências “Security B-Sides” existentes em vários países, porém adaptada à realidade brasileira. As conferências chamadas de “Security BSides” são geralmente mini-conferências que acontecem em paralelo a algum grande evento, mas normalmente possuem uma estrutura menos formal e são gratuitas.

O "Co0L" teve sua primeira edição em 15/05/2011, tendo cerca de 9 horas de duração, sendo B-Side dos tradicionais eventos brasileiros de segurança do Grupo de Trabalho de Segurança de Redes (GTS) e You Shot The Sheriff (YSTS). Sua segunda edição foi realizada em 04/12/2011 como B-Side do GTS com cerca de 14 horas de duração.

Aproveitando um final de semana aonde acontecem uma ou duas conferências relevantes para a comunidade de segurança da informação, a conferência O Outro Lado permite criar um final de semana totalmente dedicado a atividades que promovam a segurança da informação, com a integração enre enusiastas da cultura hacker e membros da comunidade nacional de segurança.

Garoa Hacker Camp

logo by Tonydemarco
Ghcamp musica.jpg
Ghcamp pitangabolinho.jpg
Ghcamp gola.jpg
Ghcamp fotooficial.jpg


Público em 2011: 12 inscritos
Previsão de público para 2012: 50 participantes
Lotação máxima por evento: 50 participantes
Tipo de evento: Conferência no estilo camping com palestras, oficinas e debates ao ar livre

O Garoa Hacker Camp é um acampamento hacker inspirado em eventos como o Chaos Communication Camp, Hacking at Random, entre outros.

O Garoa Hacker Camp é um evento fora da zona de conforto de nossos porões que pretende promover a confraternização entre hackers, simpatizantes, associados e frequentadores do Garoa Hacker Clube e de outros hackerspaces brasileiros (existentes ou em formação). Além de tudo, é mais um momento para trocar ideias, aprender, ensinar e, principalmente, hackear ao ar livre.

A edição beta do Garoa Hacker Camp foi realizada no final de semana de 18 a 20 de novembro de 2011 em rancho no interior de São Paulo, na região de Ribeirão Preto (~360km da capital), e permitiu aos participantes experimentar este novo formato de evento. Durante o Garoa Hacker Camp foram realizadas várias oficinas e debates.

Custos de infraestrutura

A seguinte tabela relaciona os custos mensais de infraestrutura projetados de acordo com as metas do Garoa Hacker Clube para os próximos 2 anos.

Item Descrição e justificativa Custo mensal
Imóvel O mais importante dos pré-requisitos para o surgimento de um hackerspace, além dos hackers em si, o local aonde

nos instalaremos deve ser espaçoso, de fácil acesso, seguro e adaptável. Nesse sentido, procuramos imóveis próximos a estações de metrô na região central de São Paulo que tenham aproximadamente 200m², com um espaço que comporte grupos de 40 pessoas para palestras, oficinas e eventos, com salas para máquinas pesadas e laboratórios e com ambientes para permitir encontros e trabalhos de coletivos diversos.

Após uma procura nos imóveis disponíveis na cidade, concluímos que a melhor opção seriam galpões. Existem boas opções, mas dada a volatilidade destas opções, não podemos escolher antecipadamente. Então listamos algumas que norteiam e exemplificam nossa intenção.

O custo estimado com o imóvel inclui o aluguel, IPTU e seguro fiança.

R$ 5000,00
Água e luz R$ 350,00
Internet Existem em São Paulo poucas empresas que fornecem acesso à Internet, como a cobertura delas

não é completa a escolha fica restrita ao local do imóvel. Atualmente os preços e velocidades praticados por estas empresas e que se encaixam em nossas necessidades são:

Net Virtua 20Mb R$ 179,90
Speedy 8Mb R$ 89,90
GVT 35Mb R$ 149,90
Ajato 40Mb R$ 98,00
R$ 150,00
Manutenção Dado o tamanho do imóvel os gastos com limpeza e pequenos reparos não podem ser desprezados. Será

necessário contar com uma pessoa que uma vez por semana nos auxiliará a manter o Garoa limpo e funcional.

R$ 500,00
Secretário/estagiário É nossa intenção que o Garoa fique aberto tanto quanto possível e que as pessoas que chegarem sejam

recebidas, acolhidas e orientadas. Além disso, desde o princípio é nossa intenção que a cultura hacker seja divulgada, esclarecida e respeitada e que hacking não seja visto como uma ocupação criminosa ou meramente lúdica. É neste contexto que momento que vemos a importância da criação de uma posição para um hacker profissional.

R$ 1000,00
Custo total de infraestrutura R$ 7000,00

Proposta de Parceria com a Mozilla Fundation

Ver discussões e premissas para a proposta em Novo Espaço e Reunião de 18/10/2011.

Considerando que o Garoa Hacker Clube tem como objetivo oferecer um espaço livre e comunitário para realização de projetos colaborativos e educacionais e a Mozilla Foundation deseja incentivar o apoio a iniciativas locais de open collaboration and innovation, as duas entidades vem por mei desta estabelecer uma parceria fruto de interesses comuns.

Assim, tendo em vista o perfeito casamento dos objetivos do Garoa com a intenção da Mozilla, propomos uma parceria com o objetivo de fortalecer um valoroso espaço para a colaboração, para o compartilhamento de conhecimento e para a disseminação da cultura hacker. Um ambiente onde é e continuará sendo promovida a importância da liberdade de acesso ao conhecimento e da adoção de tecnologias e padrões que permitam seu livre uso, estudo, adaptação e compartilhamento, respeitando a autonomia individual e coletiva e incentivando a colaboração.

Tal parceria se efetiva com o apoio financeiro por parte da Mozilla Foundation, cobrindo total ou parcialmente os custos de infra-estrutura acima descritos, e com a manutenção de tal espaço dentro das premissas estatutárias do Garoa.

Dos deveres da Mozilla Foundation

A Mozilla Foundation fará uma proposta do valor que doará ao Garoa Hacker Clube mensalmente pelo período mínimo de 2 anos, tento em vista os custos descritos acima.

Este valor deverá ser depositado na conta corrente do Garoa Hacker Clube em um dia do mês a ser combinado entre as partes.

A Mozilla Foundation não deve intervir nas atividades do Garoa, contanto que estejam de acordo com seu próprio estatuto.

Dos deveres do Garoa Hacker Clube

O Garoa compromete-se a investir o dinheiro recebido da Mozilla na manutenção da sua infra-estrutura, oferecendo um espaço livre e aberto para a discussão e inovação tecnológica, de forma a fomentar e apoiar experimentações, atividades e coletivos similares.

O Garoa compromete-se a desenvolver atividades periódicas para fomentar o surgimento de novos hackerspaces no Brasil e na América Latina.

O Garoa compromete-se a oferecer seu espaço para oficinas e palestras técnicas para fomentar atividades relacionados a Mozila, como o desenvolvimento de extensões e como participar de projetos colaborativos, contanto que estas atividades estejam em acordo com o Estatuto do Garoa HC.

O Garoa compromete-se a agir de acordo com seu estatuto, bem como a estudar continuamente meios de manter o espaço mesmo após o término da parceria com a Mozilla Fundation.

O Garoa compromete-se a apresentar um balanço semestral de atividades, aonde justifique o investimento de recursos recebidos pela Mozilla Foundation.

Das garantias

Caso hajam alterações no estatuto do Garoa após o fechamento deste acordo, a Mozilla Foundation será notificada e, caso não concorde com o novo estatuto, poderá encerrar a parceria no prazo de 2 meses sem ônus para ambas as partes.

Em contra-partida, caso a Mozilla descumpra seu compromisso de não intervir na operação e gestão do Garoa, o Garoa pode solicitar o encerramento unilateral da parceria e caberá a Mozila pagar ao Garoa à vista a quantia equivalente ao período restante do contrato.

Em caso de rompimento unilateral por parte da Mozilla Fundation, esta deverá pagar ao Garoa à vista a quantia equivalente ao período restante do contrato.