Reunião de 11/01/2011

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa

Local: Garoa-HC (Casa da Cultura Digital)

Início: 19h30 (previsto) 20h20 (real)

Participantes:

Informes

  • Alberto: está sem tempo para ir buscar o osciloscópio doado pela Texas e pediu para outras pessoas irem buscar. É um osciloscópio antigo de tubo, portanto pesado. Hugo e Pitanga vão combinar um dia ao longo dessa semana.

Tópicos para discussão

Contador, Estatuto e cronograma de oficialização

Gê Assessoria Contábil tem um custo único de R$600 que inclui: apoio na elaboração do estatuto, ata de fundação, apoio na oficialização e divulgação da assembleia de fundação, eleição, registro em cartório, receita federal e prefeitura. Não tem mensalidade, e paga uma anuidade de R$600 para declaração de imposto de renda a escrituração fiscal das mensalidades (feita uma vez por ano).

Gê propôs fazermos uma reunião com eles e marcar a Assembleia. Segundo eles dá para mandar o anúncio dentro de três semanas.

Encaminhamento: por enquanto vamos fechar com a Gê Assessoria Contábil e marcar uma reunião com eles para terça (no escritório deles na ZL), 18/01 - Alberto vai mandar e-mail para eles marcando. Abdo ainda vai conversar com amigo contador como plano B (talvez não cobre nada).

Balanço financeiro

Alberto trouxe um extrato da conta corrente, que foi deixado junto à lousa. Temos 18 (Oda que disse na hora da reunião que iria contribuir e mais 2 que disseram que iriam depositar mas não caiu) pessoas contribuindo com o aporte de fundação (o mesmo número desde o último relatório), com cerca de 70% de débitos quitados. Devemos ressaltar o limite de 31/01/2011 para quitar os R$600.

Saldo da conta: R$3205,19 (atual) + R$400 (Oda) + R$125 (arrecadados na caixinha de doacoes) Gastos: R$418,00 de impostos Makerbot (abatido do aporte do Juca) e R$1600,00 da Makerbot (aproximado, Alberto vai verificar no extrato)

Mensalidades

Em 31 de Janeiro termina o prazo para os aportes de fundação. A partir daí, serão cobradas mensalidades. Vamos enviar um e-mail na lista perguntando quem contribuirá com as mensalidades.

Valor

Definimos o valor da mensalidade em R$40 (padrão) ou R$80 ("legal"). Haverá uma forma de arrecadação periódica para frequentadores que não queiram ser membros, de valor arbitrário.

Recebimento

Discutimos a melhor maneira de receber as mensalidades e contribuições. Foram sugeridos dois meios: depósito na conta e PayPal ou PagSeguro (especialmente para doaões).

Direito à chave

Decidimos que, por razões de segurança, apenas os fundadores (e eventualmente algum outro membro que já seja de nossa confiança) terão a chave da CCD (também teremos uma chave pra nossa porta que todos os membros terão). Novos membros serão aceitos, após um período de integração, por decisão do conselho. É importante fazer a distinção entre chave da CCD e chave do hackerspace.

"A chave você não ganha, você conquista"

Rateio

De acordo com as contas que fizemos, vamos pagar certa de R$600 do rateio da casa, relativos aos 12m² que ocupamos. Alguns presentes questionaram o valor por m², já que estamos no porão. Mas outros contraargumentaram que todas as empresas na casa pagam o mesmo por m², independente de a sala ser boa ou não, e que estamos há 6 meses sem pagar. Resolvemos que, assim que tivermos uma previsão de entrada (após perguntar quem vai pagar mensalidade) vamos definir uma porcentagem do orçamento mensal para custeio, e nos reuniremos com a Casa para decidir o valor do rateio.

Contribuição roubo

Em discussões na lista foi discutido e definido que faremos uma contribuição de R$400 para ajudar a cobrir o rombo do roubo da Casa. Pitanga vai passar os dados da conta para Alberto fazer a transferência.

Força tarefa rede da CCD

Vamos mandar um questionário para a Rô passar para todas as empresas tentando levantar os problemas e o uso típico de rede da casa.