Reuniões de Biohacking

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa

É nas reuniões de Biohacking que pequenos projetos coletivos são desenvolvidos, ideias de projetos são discutidas, projetos individuais são compartilhados e problemas de projetos são resolvidos trabalhados.

As reuniões "formais" aconteciam pelo menos uma vez por semana, enquanto os encontros entre grupos desenvolvedores de projetos acontecem randomicamente durante os dias as noites da semana, interagindo com outras atividades regulares, como a Noite do Arduino ou a Sexta Dimensão. Atualmente as atividades são feitas esporadicamente com aviso na lista do Garoa - então pergunte sobre ou fique de olho por lá!

Na prática, algumas reuniões são palestras e workshops, mas a maioria é um aglomerado de gente fazendo seus projetos juntos e discutindo sobre. Se você for um curioso e quiser aprender mais sobre o assunto, vai ter gente pra te ajudar nisso, te indicar o caminho e fazer projetos com você, mas lembre-se que o Garoa é um hackerspace: compartilhar informação é a ideia, mas não necessariamente as pessoas vão "parar tudo" e te ensinar. O espírito é mostrar o caminho e dar as ferramentas, aprender mesmo é com você!

Quem geralmente organiza as reuniões é o associado Otto.

Regularidade

Não existe regularidade atualmente, mas estamos voltando a organizar os encontros! Elas serão sempre divulgadas na lista pública do Garoa e ficam registradas na página de próximos eventos. Recomenda-se dar uma olhada nesses lugares antes para confirmar a realização da atividade.

Próximos Eventos

Palestra 28/06/2017 ás 19h00

Biologia Sintética e Biohacking - Eduardo Padilha

O movimento Biohacking se propõe a subverter os usos e produtos de tecnologias e conceitos da Biologia, democratizando-os. Já a Biologia Sintética se encontra na vanguarda do desenvolvimento científico e representa a possibilidade de criar e engenheirar sistemas biológicos. As possibilidades resultantes da união dessas áreas são infinitas!

Eduardo Padilha

Músico por amor e cientista por vocação, Eduardo é violinista, pesquisador, palestrante e biohacker. Graduando em Farmácia e Bioquímica pela USP, se dedica a pesquisas em Oncologia Molecular, Reparo de DNA e Biologia Sintética. Foi premiado em feiras e competições científicas nacionais e internacionais, entre elas a Intel ISEF e o iGEM, e coordenou a primeira Biohack Academy no Brasil. É membro do Clube de Biologia Sintética da USP e da Mensa.

Reuniões de Organização das Atividades

Uma breve documentação das reuniões com as atividades e pessoas por trás deles. Nem todos os encontros estão propriamente documentados aqui, bem como os projetos individuais de biohacking, cuja maioria é desenvolvida fora das reuniões. O intuito dos projetos individuais é que sejam depois apresentados durante as reuniões, para compartilhamento de resultados, procura de ajuda e colaboração.

Reunião 10/11/2014

Atividades:

  • Finalização da construção de uma bomba peristáltica para o projeto do cell counter. (Otto)
  • Nova tentativa de fazer o espectrômetro funcionar.(Fernando Takeshi)
  • Apresentação rápida sobre microfluidica.(Juan Cervantes)

Reunião Inaugural - 08/09/14

Essa primeira reunião visou definir os objetivos do grupo, alinhar interesses e dividir pedaços de algum projeto maior que una a todos - no caso, o desenvolvimento de um laboratório aberto de DIYbio no Garoa. Foram definidos alguns projetos iniciais que se dividiram em projetos individuais e do grupo. Os projetos "do grupo" são para a construção do wet lab do Garoa.

Participantes:

  • Pedro Henrique - Gostaria de desenvolver uma incubadora de fungos e equipamentos de DIYbio oriundos do desenvolvimento da incubadora.
  • Otto Heringer - Quer construir um Open Lab de Biologia Molecular e Microbiologia no Garoa, além de ajudar amigos pesquisadores com soluções espertinhas para os projetos deles.
  • Fernando Macedo - Quer começar a fazer DIYbio, construindo equipamentos.
  • David - Quer aprender mais sobre DIYbio e participar da comunidade. Organiza uma comunidade de DIYbio em Lorena - SP.
  • Gabriel - Curioso, veio aprender mais sobre o que se trata DIYbio.
  • André Hermann - Quer aprender mais sobre DIYbio e participar da comunidade. Organiza uma comunidade de DIYbio em Lorena - SP.
  • Marcelo Zlotnik - Quer aprender mais sobre DIYbio e participar da comunidade.
  • Fernando Takeshi - Quer ajudar na construção da comunidade e no desenvolvimento de equipamentos.
  • Bryan Campos - Quer aprender mais sobre DIY e ajudar na construção da comunidade.
  • Mike - Quer que a atividade dê certo no Garoa. Está para ajudar no que for preciso.
  • Erico Perrela - Quer ajudar na construção da comunidade e no desenvolvimento de projetos legais de DIYbio.
  • Paulo - Quer desenvolver projetos legais de DIYbio.
  • Ana Carolina - Quer desenvolver projetos legais de DIYbio.
  • João Molino - Apesar de não estar presente, fez uma lista de possíveis projetos de DIYbio a serem desenvolvidos.

Resoluções

  • Queremos construir equipamentos básicos para fazer biohacking no Garoa, no caminho para a construção de um Open Biohacking Lab.
  • Queremos fazer projetos não necessariamente voltados para a construção de um biohacking lab, mas que são também DIYbio (wet ou dry).
  • O caminho é construir os equipamentos, depois arrumar os reagentes (somehow) e, um dia, começar a fazer projetos de wet lab no Garoa.
  • Os projetos de wet lab idealizados até então envolvem a bioprospecção e análise de amostras biológicas usando marcadores genéticos (como DNA barcoding).
  • Vamos nos comunicar com uma lista de emails "DIYbiobr", semelhante à [diybio.org DIYbio.org], na tentativa de juntar as localidades desenvolvedores de DIYbio num só lugar, fortalecendo-a. Cada local ainda teria seu próprio canal de comunicação - apesar de ser uma boa ideia, ninguém é obrigado a conversar disso só nessa lista, oras!