Digital placemaking

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa

Interseções de arte/cidade com digital placemakig

Resumo da apresentação de Artur V. Cordeiro na 22ª Noite de Processing

1. Introdução: o uso das tecnologias digitais no espaço público. Iniciativas de tecnologias digitais relacionadas a gestão compartilhada, participação cidadã, processos colaborativos, democracia coletiva, engajmanento social, vivência no espaço público. Objetivam maior participação das pessoas, fortalecer laços comunitários, atender as necessidades locais. São propostas constrárias ao modelo de smart city; smart citizen X smart city.

a. Hackable City

b. Playable City

c. Active Public Space

d. Organicity

e. Urban Prototyping

f. Fab City

g. Urbanism Open Source

h. Connecting cities

2. Conceito de placemaking O conceito de placemaking surge a partir dos anos 60, é uma proposta urbanística promovido pelas ideias de Jane Jacobs, Jan Gehl, William Whyte. É uma abordagem centrada nas pessoas, na comunidade, o objetivo é transformar um espaço em lugar de pertencimento, que represente os desejos e necessidades locais. A proposta é uma alternativa ao modelo do arquiteto-especialista, propondo o arquiteto-mediador, colaborador nos processos de planejamento urbano.

3. O digital placemaking é uma aplicação das mídias digitais no espaço urbano, se apropriando da proposta de "criação lugar". São trabalhos de arte, de natureza efêmera, no espaço público em suportes denominados media architecture, urban media art: As telas em fachadas, fachadas-display, projeções, video-mapping, mobiliarios urbanos, dispositivos digitais.

4. Referências

http://www.publicartlab-berlin.de/] (http://www.publicartlab-berlin.de/

http://www.mediaarchitecture.org/

http://digital-placemaking.org/

http://connectingcities.net/

http://www.montrealenhistoires.com/en/cite-memoire/

http://umbrellium.co.uk/initiatives/starling-crossing/

http://www.desvirtual.com/arquinterface-a-cidade-expandida-pelas-redes-2/

https://www.vjsuave.com/

http://masp.etc.br

http://saomateusemmovimento.org/medialab/

http://martijndewaal.nl/

http://www.tanyatoft.com/

http://activepublicspace.org/

5. a pergunta: como a arte pode efetivamente participar de processos de significação dos espaços da cidade? Que lugar é criado com o dispositivos digitais?