Noite de Processing

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa

Logondp.png

Noite de Processing é um encontro regular para conversar sobre arte e programação

O evento é aberto e não é preciso nenhum tipo de inscrição. A atividade é organizada por Monica Rizzolli e Alexandre Villares, normalmente na última terça de cada mês às 19h30. Se você deseja receber notificações sobre os encontros, cadastre-se no MeetUp: http://www.meetup.com/Noite-de-Processing/.

“O encontro é parte de uma série de reuniões mensais que busca dialogar e partilhar experiências relacionadas ao software processing como forma de integrar conhecimentos entre pessoas de diversas áreas profissionais e de interesses que acabam por convergir, de alguma maneira, no uso da programação.” OLIVEIRA, Victória Gomes de. RELATÓRIO FINAL ARTE E MÍDIAS INDEPENDENTES. Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

Noite de Processing is a regular meetup to talk about art and programming

A free and open meeting (no registration required). The activity is organized by Monica Rizzolli and Alexandre Villares, usually held every month on the last tuesday at 7PM.If you want to receive notifications about the meeting, join the MeetUp: http://www.meetup.com/Noite-de-Processing/.

Próximo encontro / Next meetup

28/11/2017


Índice

Encontros anteriores / Previous meetups

31/10/2017 O artista-programador e a cultura hacker na arte feita em Processing - Patricia Oakim

NDP21 PO 800px.png


[20h] O artista-programador e a cultura hacker na arte feita em Processing: Neste encontro, Patricia Oakim irá falar sobre o artista-programador, aquele que usa software e código como material artístico. Além disso, apresentará como a cultura hacker pode ser entendida no contexto da arte feita em Processing.

Patricia Oakim é mestre em Tecnologias da Inteligência e Design Digital, pela PUC-SP, e é também mestre pela New York University, no curso Interactive Telecommunications Program. Ela entrou em contato com Processing pela primeira vez em 2006, quando aprendeu a escrever as primeiras linhas de código. Trabalha com gestão de tecnologia aplicada em diferentes áreas.


26/9/2017 Fractais IFS e o Jogo do Caos - Tatyana Zabanova

Ndp tatasz 800px.png

[20h00] Fractais IFS e o Jogo do Caos: Sistemas de Funções Iteradas (mais conhecidos como IFS, em inglês) são um método de construção de fractais, introduzido em 1981, que consiste em aplicar iterativamente uma série de transformações ou funções, normalmente com redução de escala. Fractais IFS em duas ou três dimensões são bastante usados em produção artística, apesar de serem menos conhecidos do que os fractais de Distância Estimada. O objetivo da atividade é mostrar como são gerados os fractais IFS, com foco na técnica conhecida como Jogo do Caos.

Tatyana Zabanova é estatística e programadora, mas, principalmente, entusiasta por fractais. https://tatasz.deviantart.com/


29/08/2017 Hands-on: algoritmo genético interativo - Julio Trevisan

Ndp19 600px.png

[20h00] Hands-on: algoritmo genético interativo: Neste encontro, será apresentada uma breve introdução a algoritmos genéticos, seguida de um exercício no qual implementaremos os operadores genéticos mutação e crossover, e uma função para desenhar os indivíduos na tela. Ao rodar, o programa permitirá ao usuário selecionar os indivíduos de que "gostou mais", e a partir desses, gerar novos indivíduos. Poderá também gerar indivíduos mutantes ou aleatórios.

Preparação para o encontro: clonar o repositório http://github.com/trevisanj/pinga e vir com o Processing instalado (http://villares.github.io/como-instalar-o-processing-modo-python/).

Julio Trevisan é Engenheiro Eletricista formado pela UFSC (2006), e PhD em Bioinformática pela Universidade de Lancaster (2013). Atualmente atua como programador no Instituto de Astronomia, Meteorologia e Ciências Atmosférias da USP, onde desenvolve uma API e suite de aplicativos em Python aplicada a problemas selecionados em Astronomia.


25/07/2017 O espaço definidor do videogame - Leandro Velloso

Convite18 600px.jpg

[19h30] O espaço definidor do videogame: Apresentação de parte dos resultados obtidos em sua pesquisa de doutorado concluída em abril deste ano. O conceito de Círculo Mágico será abordado enquanto manifestação espacial e definidora do videogame, tanto em seus aspectos físicos como narrativos e interativos. O pesquisador trará exemplos clássicos e inusitados, que mostram como a história do videogame é um reflexo da nossa percepção de espacialidade no mundo contemporâneo.

Leandro Manuel Reis Velloso é Doutor em Ciências pela FAU-USP e graduado na mesma instituição. Ministra aulas de UX design e coordena o curso de Pós-Graduação em Design de Interação do Istituto Europeo di Design (IED-SP). É membro do "Grupo de Estudos em Cenários Urbanos Futuros", parte do INCT of the Future Internet for Smart Cities e do RITe (Grupo de Pesquisa CNPq “Representações: Imaginário e Tecnologia”), e membro da RHT (Revista Hipermídia Transdisciplinar) organizada por pesquisadores do TIDD (Tecnologias da Inteligência em Design Digital), parte do programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da PUC-SP. Atua também como artista digital e consultor em UX design pelo estúdio Holodeck.

Slides da apresentação: PDF (atualizado em 30/07/17)


27/06/2017 Threads, programação paralela e múltiplos projetores - Airton Gaidys

Convite17 600px.jpg

[19h30] Threads, programação paralela e múltiplos projetores: veremos como controlar vários projetores com um ou mais Sketchs compartilhando as informações entre si.

Veremos 3 formas diferentes de programação:

- Como controlar vários Sketchs dentro de um Processo.

- Como colocar o Processing dentro do NetBeans ou Eclipse e ter vários Sketchs simultâneos .

- Processos independentes trabalhando paralelamente e compartilhando informações.

Airton Gaidys entusiasta por Processing, com várias aulas sobre controle e supervisão postados no Youtube.

Material complementar:

Vários projetores e exemplos de THREADS 1/2

Vários projetores e exemplos de THREADS 2/2

Como fazer uma THREAD passo a passo no Processing

Como Construir uma Biblioteca RMI – Passo a Passo usando NetBeans e Processing

Como Startar 4 Processing juntos, um dentro do outro

Como colocar o Processing dentro do NetBeeans


30/05/2017 Mapas, Grafos e Geometria Computacional: usando Processing para visualizar a matemática - Fábio Hirano

Ndp-16.png

[19h30] Mapas, Grafos e Geometria Computacional: usando Processing para visualizar a matemática: Nessa conversa, Fábio irá mostrar um pouco de seu trabalho usando Processing para facilitar o entendimento de teorias matemáticas, além de permitir que se fale de matemática nos mais diversos ambientes.

Fábio Hirano tem formação em Licenciatura em Matemática e Ciência da Computação pela USP. Trabalha há 11 anos com educação e divulgação científica, e há 6 no ensino de tecnologia para crianças e adolescentes. Hoje atua como professor de programação para crianças e adolescentes é palestrante, e é presidente do Garoa Hacker Clube, primeiro hackerspace brasileiro.

Referências/código


25/04/2017 A perspectiva da imagem analógica e digital - Coletivo RE(C)organize

Ndp 15low.png

[19h30] A perspectiva da imagem analógica e digital: Neste workshop, os integrantes do Coletivo RE(C)organize, Fernanda Duarte e Rodrigo Rezende, falam sobre a evolução e as aplicações da perspectiva. A partir do estudo de exemplos provenientes da imagem analógica, enfocando principalmente a pintura e o audiovisual, os palestrantes irão identificar e demonstrar a presença do recurso perspectivo em várias vertentes da imagem digital.

Coletivo RE(C)organize - é um coletivo artístico formado entre as cidades de São Carlos e São Paulo em 2009. Opera na criação de soluções visuais e interativas através do video mapping e da interatividade. Entre suas obras mais destacadas estão a performance audiovisual U(IN)versus (2016), as quatro edições do festival “Rock na Estação” (São Carlos – SP), o Festival “Fora da Casinha” (São Paulo – SP), as instalações interativas “La Maquina de Efectos Visuales” (2016), "Nego Negro" (2013), "Kinectscopes" (2014), “A Fantástica Máquina dos Milagres” (com parceria entre Diego Corazza y Nicolau Centola) e o videoclipe “Traveling Man” (2014), para música da cantora Stela Campos. Também realizaram projeções para concertos de cantores e grupos musicais como Stela Campos, Trio Eterno e Zeca Viana.

Fernanda Carolina Armando Duarte é doutoranda do Programa de Pos graduação em Artes Visuais da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho (UNESP - SP) e bolsista FAPESP. Mestra em Imagem e Som pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (2011), graduada em Design Digital pela Universidade Anhembi Morumbi (2007) e técnica em Artes Gráficas pelo SENAI - Theobaldo de Nigris (1998). É professora da graduação tecnológica em Produção Multimídia com ênfase em Design e Mídias digitais da Faculdade de Tecnologia Impacta e atua como vídeo designer do Coletivo RE(C)organize. Participa dos grupos de pesquisa GIIP (UNESP - SP) e Cinema e Comunicação (UFSCar - SP).

Rodrigo Rezende de Souza cursou Tecnologia em Jogos Digitais na Faculdade Impacta de Tecnologia - FIT. Atua como Designer de Programação do Coletivo RE(C)organize e desenvolve pesquisas de robótica com software e hardware livres e sistemas interativos em tempo real para espetáculos ao vivo, desenvolveu a ferramenta RE(C)Lux com base na linguagem Pure Data, para vídeo projeção mapeada interativa. Atua como multiplicador de conhecimento, através de oficinas nas áreas de Audiovisual, Robótica e Multimédia. Pesquisa junto ao grupo GIIP do Instituto de Artes da Unesp, sistemas relacionais entre ciência, arte e tecnologia, desenvolve. Participa também do Grupo de pesquisa Cinema e Comunicação na Universidade Federal de São Carlos, ligado ao curso de Pós Graduação de Imagem e Som.

Referências


28/03/2017 Processos de Ensino-aprendizagem num Espaço de Tecnologias e Artes - Fabricio Masutti

Convite Masutti ndp.png

Imagem: Gustavo Sarti

[19h30] Processos de Ensino-aprendizagem num Espaço de Tecnologias e Artes: A fala será sobre o Ateliê Digital Aberto, projeto desenvolvido no Sesc Sorocaba com a finalidade de possibilitar o desenvolvimento de projetos artísticos e educacionais pela comunidade. Em resumo, o Ateliê é uma atividade de mediação de projetos em Arte e Tecnologia com o uso do equipamentos da unidade do Sesc. Também é um espaço de troca e compartilhamento de conhecimento entre os participantes, servindo como um laboratório de onde surgem as mais diversas demandas. Em segundo plano, a fala é sobre a cultura maker, o faça-você-mesmo e a produção artística de guerrilha.

Fabricio Masutti Nascido em 1986, atualmente residente na cidade de Sorocaba, SP, Brasil. Inicou a faculdade de Física, mas optou pela Música e é Licenciado em Música pela Universidade Federal de São Carlos, já tendo passado também pelo Conservatório de Tatuí. Trabalha com Produção Musical desde 2007 e é autor de instalações, performances e obras interativas criadas em softwares livres. Desde 2012 é educador de Tecnologias e Artes no Sesc Sorocaba, percorrendo diversas linguagens artísticas no que tange seu encontro com as tecnologias analógicas e computacionais livres.

Massuti.jpg

Go Code na Noite de Processing: A terceira edição do Go Code trouxe uma novidade oferecida pelo Instituto Jama: Quatro alunos do curso seriam levados para uma viagem de imersão em tecnologia em São Paulo. A primeira parada do grupo foi no Garoa Hacker Clube, na Noite de Processing com Fabricio Masutti! Veja o diário de bordo desse projeto de letramento digital da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho aqui.

“Nós procuramos um hackerspace porque desejávamos desenvolver projetos inusuais, experimentais – focados no processo – gerando experiências divertidas e aprendizado significativo no contexto de arte e tecnologia. A presença de jovens em um hackerspace é desejável não só pelas possibilidades citadas acima como também pelas oportunidades de convívio e desenvolvimento de habilidades sociais. Os jovens contribuem ativamente com novas demandas – baseadas na sua realidade – rompendo pressupostos e consequentemente renovando a dinâmica do espaço.Ao mesmo tempo têm a possibilidade de interagir com pessoas mais experientes, inclusive no mercado de trabalho, e de contato com assuntos novos e diversos.” Explicam Alexandre Villares e Monica Rizzolli.


28/02/2017 Arte gerativa e Processing modo Python - Monica Rizzolli e Alexandre Villares

Convite-noite-de-processing-13.jpg

[19h30] Arte gerativa e Processing modo Python: Nesse encontro Monica Rizzolli apresentará algumas questões teóricas sobre arte gerativa, seguida de uma introdução ao Processing modo Python feita por Alexandre Villares, finalmente vamos programar juntos alguns exemplos de arte gerativa com o modo Python em clima de Carnahacking.

[19h30] Generative Art and Processing Python Mode: On this meeting Monica Rizzolli will present some theorethical concepts of generative art, followed by an introduction to Processing Python Mode by Alexandre Villares, then we'll code together some generative art examples in Python Mode - Carnahacking style.

Material da apresentação sobre Arte Gerativa / Generative Art presentation resources

Material sobre o Processing modo Python / Resources about Processing Python Mode


31/01/2017 Instalações audiovisuais interativas - Pablo Villavicencio

Pablondp.jpg

[19h30] Instalações audiovisuais interativas: apresentarei um breve resumo de minha tese de doutorado, que enfoca os espaços diferentes da sala de cinema tradicional. A instalação audiovisual ou cineinstalação compreende “outros cinemas”, outros espaços e temporalidades, com configurações heterogêneas e distintas do dispositivo cinematográfico tradicional. Nesses espaços, experimentamos sensações sinestésicas, táteis, gestuais, com o potencial de ativar outros sentidos corporais, e construir espaços relacionais, em que as outras pessoas presentes não são ignoradas, mas relacionadas entre si e, frequentemente, diretamente com a obra audiovisual. O próprio ato realizado pelo sujeito ao andar e penetrar uma instalação já se caracteriza por uma sensação háptica, do ato de andar e tocar os pés no chão. Cineinstalações são ambientes, atmosferas audiovisuais que envolvem os sujeitos presentes no espaço expositivo. Abordarei os espaços sensíveis, que permitem a interação, analisando 3 instalações: Socket Screen, de R. Rosalen e R. Marchetti, Meditation, de Minha Yang, Little Boxes, de Bego Santiago. Ao final pretendo realizar uma discussão sobre as possibilidades oferecidas pelo software Processing em instalações audiovisuais.

Pablo Villavicencio Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP, desde de 2015, sob orientação da profª. Dra. Lucia Leão. Título da pesquisa: Cineinstalações e o processo de criação no atravessamento dos espaços em ambientes audiovisuais e interativos: uma cartografia de poéticas experimentais. No período de doutorado foi bolsista integral da Capes durante 3 anos. É pesquisador do grupo Comunicação e Criação nas Mídias, coordenado pela profª Lucia Leão (registrado pelo CNPq). É mestre em Comunicação e Semiótica, tendo realizado a dissertação: A construção do tempo no diálogo entre cinema e vídeo, sob orientação da Profª. Dra. Lucrécia Ferrara (concluído em 2009). É especialista em Criação de Imagem e Som em Meios Eletrônicos, pelo centro universitário SENAC-SP (2006), é graduado em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Franca (2001). Foi professor na universidade FMU/FIAM-SP, nos cursos de produção audiovisual e Rádio e Televisão, no período de 2009 até 2012, e no curso livre de audiovisual do SENAC-SP (2009). Realizou produções audiovisuais como editor de imagens e obras artísticas, sendo criador da instalação audiovisual In(Out)Side exibida no evento Zonas de Compensação, Instituto de Artes da Unesp, São Paulo (2015). Participou, como colaborador, da obra Dividing Lines, do grupo britânico Marshmallow Laser Feast, em exibição no SESI-SP, até 15 de novembro, de 2016. E obteve aprovação em edital do Sesi-SP para a realização de sua próxima instalação audiovisual denominada Amarelinha Digital para o ano de 2017, em parceria com Fabrício Masutti.

[7:30PM] Interactive audiovisual installations: I will present a brief summary of my doctoral thesis, which focuses on spaces beyond the traditional cinema. The audiovisual installation or cineinstalação comprises other cinemas, other spaces and temporalities, with heterogeneous and different settings besides traditional cinematographic devices. In these spaces, one experiences kinesthetic, tactile, and gestural sensations, with the potential to activate other bodily senses, and build relational spaces where other people present are not ignored, but interrelated and often directly related to the audiovisual work. The very act performed by the subject to enter an art installation is already characterized by a haptic sense, the act of walking and touching the feet on the ground. Cineinstalações are environments, audiovisual atmospheres involving the subjects present in the exhibition space.I will discuss the sensitive spaces, which allow interaction, analyzing three artworks: Socket Screen, by R. Rosalen and R. Marchetti, Meditation, by Minha Yang,and Little Boxes, by Bego Santiago. At the end I intend to hold a discussion on the possibilities offered by Processing software in audiovisual art installations.

Pablo Villavicencio is Ph.D. in Communication and Semiotics at PUC-SP University (Pontifícia Universidade Católica of São Paulo), since 2015, under the orientation of the professor Lucia Leão. The thesis title is: The cinema-Installation and the creation processes in the crossing of the spaces in audiovisual and interactive environments: a cartography of experimental poetics. Is researcher member of the group Communication and Creation in the Media (at PUC-SP). Is master in Communication and Semiotics, his dissertation title is: The time construction in the dialogue between the cinema and video, under the orientation of the professor Lucrécia D. Ferrara (at PUC-SP, 2009). Expert in Creation of Sound and Image in electronic media at Senac-SP University (2006). Graduated in Advertising and Marketing at Franca University (2001). Was professor at FMU-FIAM-SP University in the Radio and Television graduation (2009-2012). Created the course Expanded Cinema: audiovisual installations, theory and practice (accomplished at Fapcom University and Sesc-Sorocaba, in 2016). Has created experimental videos and audiovisual installations, his first installation was named In (out)side, and exhibited at Unesp-SP university in the exhibition: Zonas de compensação, 2014. Worked as collaborator of the artwork: Dividing Lines, by Marshmallow Laser Feast (2016). In 2017 has an approved installation project called Amarelinha Digital, working together with the artist Fabricio Masutti.


29/11/2016 Relâmpagos

NdP11 1.JPGNdP11 2.JPGNdP11 3.JPG

A Noite de Processing: Relâmpagos - 12 apresentações de 5 minutos e confraternização no final para que as pessoas possam trocar experiências. (cerveja e pizza à venda). Agradecimentos: Ivan Korkischko e Sandra Rocha

Noite de Processing: Relâmpagos (Lightning Talks) - 12 presentations, 5 minutes long each, and socializing at the end so people can exchange experiences. (beer and pizza for sale). Special thanks to: Ivan Korkischko and Sandra Rocha

Anuncio relampagosB.png

Relâmpagos: / Lightnings:

[19h30] Poética e tecnologia o caminho do meio: A artista fará uma breve exposição do seu trabalho com arte e tecnologia, destacando a relação da poética e da tecnologia no processo criativo e no ensino da arte multimídia.

Aieda Freitas é artista multimídia em meios digitais e eletrônicos. Seu trabalho explora diversos suportes como a videoinstalação, webart, videoperfomance, video projeção e cenografia. Participou de grupos de estudos e desenvolvimento de arte e tecnologia na Brasil e na Espanha como HackLab, HackLab Leste e MediaLAB Prado. Além do grupo de investigação acadêmica, O signo nos Meios Audiovisuais, dentro da linha de investigação de Inovações em Língua e Cultura.É coordenadora do AcoLAB, Media Lab do Acolá Diversão e Arte colaboradora do MediaLab Sirveverse na Argentina, com oficinas e desenvolvimento de plataformas de comunicação. Participou de exposições e festivais como FILE - Festival Internacional de Arte Eletrônica, Festival de Arte Digital Xumucuis, Festival Continuun, Festival Contato (São Carlos), Festival ArtFutura, Fase Encuentro de Arte y Tecnologia (Argentina), Festival de Vídeo Arte (Equador) entre outros.


[19h35] Matemática, Arte e Fabricação Digital: Divulgar os trabalhos que venho desenvolvendo, que integram a Matemática e a Arte, por meio das ferramentas de fabricação digital como, por exemplo, a impressão 3D.

Márcia Anaf atua na área acadêmica como professora universitária e pesquisadora. Está cursando o Doutorado em Arquitetura, Tecnologia e Cidade,na FEC (Faculdade e Engenharia Civil) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Concentra suas atividades de pesquisa nas Geometrias Transformativas com o uso dos processos de Prototipagem e Fabricação Digital. Fez Mestrado em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (MACK, 1998) e em Criatividade e Inovação pela Universidade Fernando Pessoa (UFP: Porto/ Portugal, 2012). Possui Graduação em Matemática (Licenciatura e Bacharelado) pela Pontifícia Universidade Católica (PUC, 1984) e em Artes Plásticas (Licenciatura, 1988) e Desenho Industrial (Bacharelado, 1992) pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP). Tem experiência no ensino de Criatividade, Artes Visuais, Desenho Geométrico e Computação Gráfica. Atualmente atua como PED ( Programa de Estágio Docente) na disciplina de Informática (AutoCAD) do Curso de Arquitetura da FEC (Faculdade de Engenharia Civil), na Universidade Estadual de Campinas.


[19h40] A criação no fluxo entre a fabricação digital e as técnicas tradicionais artísticas: O vínculo estreito entre os meios digitais de fabricação com as práticas tradicionais permite estimular a troca de experiências por meio da pesquisa e produção em diversos materiais e métodos artísticos nas artes visuais. De maneira conjugada é possível realizar a experimentação de técnicas tradicionais e inovadoras explorando conhecimentos referentes à diferentes procedimentos gráficos tendo em vista a intervenção pelo digital. É com base nesse contexto que apresentamos um projeto sobre a construção digital de uma matriz xilográfica. Trata-se de um projeto que parte da elaboração de diferentes matrizes em relevo, construindo uma convergência entre a produção artesanal e a digital. Essa “construção digital da matriz xilográfica” retrata a convergência entre produção artesanal e digital, uma vez que parte inicialmente dos processos automatizados de fabricação seguidos pela produção de gravuras monocromáticas ou a cores a serem impressas manualmente pelo uso de prensa.

Juliana Harrison Henno é designer e pesquisadora na área de arte, design e mídias digitais. Doutora e Mestre em Artes Visuais pela Escola de Comunicações e Artes (ECA-USP). Graduada em Desenho Industrial pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Atualmente coordena e desenvolve pesquisas e atividades práticas sobre a implicação da fabricação digital nas Artes Visuais no PortoFabLab do Espaço Cultural Porto Seguro.


[19h45] A fotogrametria digital na documentação do patrimônio cultural: A fotogrametria digital é considerada como uma das técnicas possíveis para a aquisição de dados documentais do patrimônio de interesse, possibilitando, a partir de fotografias digitais, a obtenção de modelos tridimensionais fotorealistas detalhados do objeto em foco em um período de tempo menor em comparação as formas tradicionais de levantamento cadastral. Técnica de documentação que não se restringe apenas a restituição geométrica do objeto, mas inclui também a reprodução de informações de cores e texturas contidas nas superfícies restituídas, facilitando assim, análises de estados de conservação, condições estruturais e na criação de mapas de danos do objeto em foco. No contexto, a exposição relâmpago focará na apresentação de dois projetos (levantamentos tridimensionais) realizados a partir da pesquisa do processo de restituição fotogramétrica com o uso de softwares livres.

Bruno Nitzke é arquiteto formado pela Universidade Mackenzie e especialista em Computação Gráfica pelo Senac-SP. Desde 2008, atua profissionalmente como consultor, pesquisador e instrutor de computação gráfica para arquitetura, engenharia e design de interiores. Durante 4 anos, coordenou o núcleo de apresentação do escritório de arquitetura Luis Paulo Machado de Almeida, atualmente é professor de computação gráfica do Senac-SP e desenvolve sistemas de trabalho personalizados no contexto da visualização, documentação arquitetônica e prototipagem rápida (impressão 3D).


[19h50] Uso do Processing para visualizar e resolver problemas matemáticos: A ideia eh mostrar algumas das varias sketches que eu já criei para conseguir soluções numéricas de problemas geométricos bem específicos, no contexto do design, por exemplo, ou ate para resolver questões de matemática e conferir resultados. Vou cobrir técnicas manuais, de "força bruta" e ate coisas um pouco mais sofisticadas como método de Newton.

João Antonio de F. P. e Ferreira 25 anos de idade, trabalha com Processing em projetos independentes de software art, jogos, simulações e visualização de dados há três anos.


[19h55] Processing e Cardboard: Junte a realidade virtual com o Processing. Explicação rápida de como é possivel fazer sketches no modo Android, e mostrar o conteúdo em VR junto com o Google Cardboard.

Pedro Emilio Guglielmo é designer, formado pela FAU-USP, trabalha com front-end faz 7 anos, atualmente em uma empresa própria, a RCKT.


[20h00] Processing + NetBeans: Coloque o Processing dentro do NetBeans e inclua todas as funções que possam existir dentro do mundo da Programação, crie novas bibliotecas e gerencie todas dentro do NetBeans, fácil e rápido.

Airton Gaidys entusiasta em programação com vários vídeos sobre o Processing no Youtube.


[20h05] Glitch na história: narrativas de uma casa: Entre interesses, desejos e habilidades múltiplas de um grupo que perpassa pelo campo da arquitetura e urbanismo, do design, da música e da fotografia foi desenvolvido um experimento audiovisual que tem a casa da Vila Penteado como microcosmo urbano. Foram realizados uma série de experimentos que revelam outras narrativas sociais que humanizam a história da edificação ao se colocar em primeiro plano a experiência daqueles que trabalham na casa e constantemente são deixados de fora de sua historiografia. O experimento final audiovisual explorou a contraposição de tempos e materialidades com a experiência sonora. As colagem foram desenvolvidas com Processing e o áudio manipulado com o Pure data.

Mariana Kimie da Silva Nito é mestre em Preservação do Patrimônio Cultural (PEP/MP), pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN (2015). É especialista em Gestão de Restauro e Prática de Obras de Conservação e Restauro do Patrimônio Cultural pelo Centro de Estudos Avançados da Conservação Integrada - CECI, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE (2014). Arquiteta e Urbanista graduada pela Escola da Cidade- AEC-SP (2012). Integra a Rede Paulista de Educação Patrimonial- REPEP desde 2014, onde desenvolve trabalho voluntário teórico e prático sobre a temática. Tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Planejamento Urbano, Preservação, Patrimônio Cultural, Políticas Públicas Culturais, e Educação.


[20h10] Criando Glitch Art com Processing: Processing pode ser uma excelente ferramenta para criar modificações em arquivos de áudio, video e imagens. Podemos explorar esta característica para criarmos Glitch Art através de bibliotecas abertas ou escrevendo algoritmos próprios. Vamos mostrar alguns glitches criados na hora a partir de fotos de câmera, videos de celular, etc.

Sandro Friedland é designer, maker e artista. Foi diretor de arte em agências de propaganda digitais. Pesquisa hoje as pontes entre arte cinética, arte gerativa e glitch art.


[20h15] Wearables - IoT + Python: Vou mostrar uma fantasia de halloween que eu criei utilizando um ESP8266 programado em python que pode ser controlada via internet. A ideia é mostrar que com uma boa ideia e um pouco de dedicação é possível montar alguns wearables bem legais e de baixo custo.

Tiago Queiroz Geek, Hacker, Programador e Cientista da computação. Interessado em eletrônica e robótica.


[20h20] HQ: Estou desenvolvendo uma HQ que usa algumas imagens de Processing. A base seria Borges, Cortázar e Dante. Ainda está sendo desenvolvido e pesquisado. Na real gostaria de sugestões e colaborações.

Celso Singo Aramaki é artista visual, designer de interação e designer de arquitetura da informação. Desenvolveu o design de interatividade para bases de dados de conteúdos culturais e artísticos em Tóquio. Foi produtor executivo e empresário para uma variedade de projetos de negócios. Especial interesse em projetos para visualização de dados. Trabalhou para a Folha de São Paulo no Brasil; Para MTV Channel, Harper Collins e Kodansha International em Nova York e Los Angeles, Estados Unidos; Apple Japão, Japão, NEC Japan, NHK, Oracle Japão, Dentsu, Casio, Tomy e outras empresas de mídia e tecnologia em Tóquio, Japão.


[20h25] Medieval Pop: Uma proposta para uma apresentação artística em Processing usando o acelerômetro como interface. A partir de um banco de dados de imagens medievais previamente selecionadas e recortadas pelo artista, a proposta é fazer uma breve apresentação vagamente narrativa, com ares de VJing usando as posições de um acelerômetro para controlar as imagens exibidas.

Daniel Seda é mestrando no Programa de Pós-Graduação em Artes da UNESP, ingresso em 2016. Bacharel em Educação Artística com Habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Estadual de Campinas (1998). Atualmente Educador no Espaço de Tecnologias e Artes do SESC Itaquera. Pesquisador independente da linguagem do origami. Artista multimídia com atuação em intervenções urbanas. Tem experiência profissional desde 2001 na área de gravação e edição de vídeo (Final Cut Pro, Adobe Premiere, Avid Media Composer/NewsCutter, Lightworks, KDEnLive para Linux) com ênfase em publicação na Internet. Tem atuação na área de educação infanto-juvenil desde 2008. Artista multimídia, fundador dos coletivos NeoTao, Formigueiro, COBAIA e Zaratruta. Atuou com o coletivo Menos 1 Invisível de dança e artes plásticas durante o ano de 2014. Desenvolve com o videoartista e Prof. Dr. Almir Almas o projeto de poesia multimídia ao ar livre Namahaiku cuja última edição deu-se durante a Virada Cultural 2015, no Vale do Anhangabaú. Criador de trabalhos de arte na Internet desde 1996 tendo participado da exposição United Artists - LUZ, na Casa das Rosas em 1997 a convite do artista e Prof. Dr. Carlos Fajardo.


NdP R b.png


Envio de propostas: http://speakerfight.com/events/noite-de-processing-relampagos/

A Noite de Processing: Relâmpagos acontecerá terça-feira dia 29/11 às 19h00. O encontro será composto de até 12 apresentações relâmpago de 5 minutos e confraternização no final para que as pessoas possam trocar experiências. (cerveja e pizza à venda). O envio de proposta de apresentações vai até o dia 15/11 às 23h59 e a grade de selecionados deverá sair dia 20/11.

Quais são os critérios de seleção dos relâmpagos?

  • 1º Temas relacionados a arte, code art, data art, arte gerativa, Processing, P5.JS, etc.
  • 2º Somente um relâmpago por pessoa. Você pode enviar quantos quiser, mas apenas um poderá ser selecionado.
  • 3º Número de votos.
  • 4º Os Relâmpagos estão em modo de Votação Anônima, todos os palestrantes estão escondidos para votação, você deve basear seu voto apenas no conteúdo das propostas.


Outras inscrições

[Adiado pelos organizadores] Monica Rizzolli - Data Art + Processing + Temboo: Nessa atividade vou definir o que é data art e quais são suas principais categorias a partir de uma rápida análise de obras de arte contemporânea. Finalmente, vou exemplificar uma estratégia de data art, utilizando o Processing com a biblioteca Temboo. Nesse exemplo, vamos utilizar dados climáticos adquiridos em tempo real para alterar uma animação rodando em Processing.

[Adiado pelos organizadores] Alexandre Villares - Fazendo uma ferramenta de desenho com Processing Python Mode: A apresentação, uma espécie de 'live coding', vai ser uma tentativa de programar em 5 minutos, uma ferramenta de desenho simples para criações com simetria radial. Será uma demonstração rápida do modo Python (pra quem já conhece o Processing), do Processing (pra quem já conhece Python) e da confusão divertida que é tentar programar na frente de uma porção de gente.

[Autor já apresentará outra poroposta] Airton Gaidys - THREADS e suas aplicações: O que são THREADS e como aplicar processamentos paralelos junto ao Processing, Vamos entender de que forma o JAVA e o Processing gerenciam esta ferramenta indispensável nos padrões atuais de programação.

[Autor já apresentará outra poroposta] Airton Gaidys - Comunicação Simples entre dispositivos Seriais e o Processing: Como desenvolver comunicação serial com dispositivos externos e como configurar tais dispositivos (MCUs, Arduinos, ferramentas com porta Serial, etc), usar outras ferramentas como RealTerm para testes e depuração. Depois fazer o mesmo usando o Processing...

[Removido pelo autor] Fábio Hirano - Uma modelagem em Processing do Problema da Galeria de Arte: Nessa atividade, quero mostrar uma modelagem em Processing modo Python do Problema da Galeria de Arte, discutido na atividade Matemáticos de Quinta do Garoa Hacker Clube. A modelagem que fiz mostra o passo a passo dos algoritmo usados (triangulação, modelagem em grafos) e exibe o resultado final na tela. Trata-se de um problema matemático com forte viés geométrico, e o Processing se encaixa muito bem nessa junção!


25/10/2016 Física com P5.JS e BOX2D - Pedro Emilio Guglielmo

Convite ndp 10.jpg

[19h30] Física com P5.JS e BOX2D

Pedro Emilio Guglielmo é designer, formado pela FAU-USP, trabalha com front-end faz 7 anos, atualmente em uma empresa própria, a RCKT.

[7:30PM] Phisics with P5.JS and BOX2D

Pedro Emilio Guglielmo is a designer, graduated from FAU-USP, works with front-end for 7 years, currently on his own firm, RCKT.


Material da apresentação: / Presentation resources: http://lab.rckt.com.br/processing/

Ndp 10 foto1.jpg Ndp 10 foto2.jpg


27/09/2016 Software Arte e Sistema de Partículas - João Antonio de F. P. e Ferreira

Convite 9 R2.png

[19h30] Software Arte e Sistema de Partículas

João Antonio de F. P. e Ferreira, 25 anos de idade, trabalha com Processing em projetos independentes de software art, jogos, simulações e visualização de dados há três anos.

[7:30PM] Software Art and Particle System

João Antonio de F. P. e Ferreira is 25 years old, works with Processing on independent software art projects, games, simulations and data visualization for three years.

Código produzido durante o workshop / Code produced during the workshop

NDP9JOAO.jpg


30/08/2016 Introdução à Visão Computacional usando Processing - Airton Gaidys

Convite ndp 8.jpg

[19h30] Introdução à Visão Computacional usando Processing

Airton Gaidys entusiasta em programação com vários vídeos sobre o Processing no Youtube.

[7:30PM] Introduction to Computer Vision using Processing

Airton Gaidys is a programming enthusiast with several videos about Processing on Youtube.

Material da apresentação: / Presentation resources: http://goo.gl/LwdBWf


26/07/2016 Oficinas de Processing + Arduino - Alexandre Villares e Monica Rizzolli

Convite ndp 7A.jpg

[19h30] Processing + Arduino: vamos usar um sensor e/ou potenciômetro ligado a um Arduino para alterar uma animação rodando no Processing.

trilha 0 - Oficina de Processing + Arduino para quem nunca programou, com Monica Rizzolli.

trilha 1 - Oficina/atividade para quem já conhece o Processing e/ou o Arduino, com Alexandre Villares.

Monica Rizzolli é graduada em Artes Plásticas pelo Instituto de Artes da UNESP e possui especialização em desenho pela Kunsthochschule Kassel (Alemanha), na classe Johannes Spehr. Desde 2012 participa de projetos internacionais como MAK Center Artists and Architects (EUA), Creatives in Residence (China), Sweet Home (Espanha) e A.I.R. DRAWinternational (França). Em 2015 recebeu o prêmio MAK Schindler, do MAK-Viena.

Alexandre Villares é arquiteto graduado pela FAU-USP em 2000, professor na Escola da Cidade - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, desde 2005. Trabalha com ensino de ferramentas de modelagem 3D, fabricação digital e programação criativa para arquitetos, designers, artistas visuais, crianças, jovens e interessados em geral.

[7:30PM] Processing + Arduino: Let's use a sensor and/or potentiometer connected to an Arduino to alter an animation running on Processing.

Track 0 - Processing + Arduino workshop for those who have never programmed, with Monica Rizzolli.

Track 1 - Workshop/activity for those who already know Processing and/or Arduino, with Alexandre Villares.

Monica Rizzolli graduated in Fine Arts from UNESP Arts Institute and studied at Kunsthochschule Kassel (Germany), under Johannes Spehr. Since 2012 participates in international projects such as MAK Center Artists and Architects (USA) Creatives in Residence (China), Sweet Home (Spain) and AIR DRAWinternational (France). In 2015 she received the MAK Schindler award, from MAK-Vienna.

Alexandre Villares graduated architect from FAU-USP in 2000, teacher at the Escola da Cidade - Architectural School since 2005. Teaches 3D modeling, digital fabrication and programming for architects, designers, visual artists, children and anyone who cares to listen.


NDP 7 FOTO.jpg


28/06/2016 Processos Interativos - Fernando Fogliano

CONVITE NP 6.jpg

[19h30] Bate-papo sobre processos interativos

Fernando Fogliano é doutor e mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de Sâo Paulo. Bacharel em Engenhadria Civil pela Universidade de Mogi das Cruzes, e em Fisica pela Universidade Mackenzie. É docente e ministra disciiplinas relacionadas à Tecnologia e Fotografia Digital e Design de Interfaces Interativas. Desenvolve pesquisas que envolvem o uso e a compreensão das novas tecnologias da imagem em sua inserção na cultura e produção de conhecimento.


31/05/2016 Bate-papo com o Grupo de Pesquisa Realidades

CONVITE NDP 5.jpg

[19h30] Bate-papo com Grupo de Pesquisa Realidades: das realidades tangíveis às realidades antológicas e seus correlatos. Departamento de Artes Visuais ECA-USP

O grupo Realidades pesquisa dos ambientes de realidade virtual aos de realidades mistas e aumentadas; das mobilidades cíbridas à computação ubíqua; das representações às simulações e emulações, podemos encontrar um amplo espectro que contempla de games, a sites, arte interativa e instalações, e que desafiam e redirecionam o termo realidade. Em uma época caracterizada pela crescente complexidade, nosso questionamento está em como lidar coerentemente com sistemas que nos dão acesso ao ‘semioticamente real’ (cf. Jorge Albuquerque Vieira) e que por ora chamaremos de ‘realidade’.

[7:30PM] Talk with the research group Realidades: das realidades tangíveis às realidades antológicas e seus correlatos. Departamento de Artes Visuais ECA-USP University of São Paulo

The group Realidades(EN site) researchs from virtual to augmented and mixed reality environments; from cybrid modalities to the ubiquitous computing; from representations to the emulations and simulations, we can find a broad spectrum that contemplates games, websites, interactive art and installations, and that challenge and redirect the term reality. In an era that is characterized by an increasing complexity, we question how to coherently tackle the systems that give us access to the ‘semiotically real’ (cf. Jorge Vieira Albuquerque) that, at least for now, will be referred to as ‘reality’.


Obras / Artworks

Enigma 1.0 – (-1) x (-1) = 1: Um Enigma para Flusser

Enigma 2.0 – ƒ(Δt): Um Enigma para Bergson

Enigma 3.0 – φ: Um Enigma para Gibson


Bibliografia / Bibliography

Bergantini, Loren Paneto. Sinestesia Mediada pela Tecnologia na arte: A interação entre Voz e Imagem / Loren Paneto Bergantini. -- São Paulo: L. P. Bergantini, 2016. 124 p.: il. DOWNLOAD


26/04/2016 Conversa sobre dataviz e jornalismo de dados - Tiago Fassoni e Edu Zal

Noitedeprocessing4.jpg

[19h30] Conversa sobre dataviz e jornalismo de dados

Tiago Fassoni é um programador e cientista de dados que vive em São Paulo. Participa de coletivos de Dados Abertos, de Cicloativismo e do OpenStreetMap.

Edu Zal atua como pesquisador de tecnologias para produção audio-visual em rede. Tem extensa carreira como VJ, onde atuou em festivais mainstream e alternativos. Trabalha com imagem em movimento no espaço construído em visuais para shows, peças de teatro, projeções mapeadas e outros eventos corporativos. Tem algumas exposições no curriculum e atua no alt[AV].

[7:30PM] Talk about DataViz and data journalism

Tiago Fassoni a programmer and data scientist living in São Paulo. He is a member of Open Data and Bicycle Activism Collectives, and of OpenStreetMap Brazil.

Edu Zal researcher of technologies for networked audio-visual production, has extensive career as VJ in mainstream and alternative festivals. Works with moving image in the built environment for concerts, plays, mapped projections and other corporate events. Edu has some exhibitions in his curriculum and works with alt[AV].


29/03/2016 Oficina GitHub para artistas - Thiago Petrone; Conversa com GIIP

CONVITE 3 low.jpg

[19h30] Oficina GitHub para artistas

Thiago Petrone é engenheiro eletrônico e programador. Entusiasta de iniciativas que unem arte e tecnologia. Atualmente trabalha na Peerdustry, startup da qual é co-fundador.

[7:30PM] Workshop GitHub for artists

Thiago Petrone is an electronics engineer and programmer. He is an art and technology enthusiastic. Currently he is working on Peerdustry, startup of which he is co-founder.


[20h30] Conversa com GIIP "Grupo Internacional e Interinstitucional de Pesquisa em Convergências entre Arte Ciência e Tecnologia", com Daniel Seda, Danilo Baraúna, Gustavo Lemos, Lucas Gorzynski, Luis Quesada e Jorge Ribail

GIIP - Grupo Internacional e Interinstitucional de Pesquisa em Convergências entre ARTE, CIÊNCIA E TECNOLOGIA é um grupo que pretende produzir conhecimento sobre as chamadas "mídias emergentes", que podem ser altamente variáveis em forma e em que aspectos estéticos podem ser relevantes para os aspectos do desenvolvimento tecnológico. Como tal, procuram desenvolver as possibilidades de inovação e difusão para além das que estão atualmente comum na prática artística; assim, todas as três áreas de investigação sobre este projecto dependem desta abordagem multidisciplinar. A amplitude geográfica e caráter internacional da GIIP são as condições que permitem a este trabalho, na intersecção destes campos, ser amplamente utilizado e promovido. Certificado pela UNESP junto ao CNPq, o GIIP tem como líder a Profa. Dra. Rosangella Leote.

[8:30PM] Talk with GIIP - International and Interinstitutional Research Group in Art Science and Technology Convergences, with Daniel Seda, Danilo Baraúna, Gustavo Lemos, Lucas Gorzynski, Luis Quesada and Jorge Ribail

GIIP - International and Interinstitutional Research Group in Art Science and Technology Convergences, already certified by UNESP - São Paulo State University with CNPq, under leadership of the project coordinator Dr. Rosangella Leote.


23/02/2016 Visualização em desenvolvimento urbano - Bruno Borges; Arte computacional com Processing - Caleb Mascarenhas

Convite-NP-2016-02-23.jpg

[20h] Visualização em desenvolvimento urbano

Bruno Borges é mestre em Gestão Urbana pela Technische Universität Berlin e graduado em administração de empresas pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo. Participou em diversos projetos de consultoria nas esferas pública e privada, com ênfase em planejamento estratégico e elaboração de metodologias de análise de dados e de impactos da adoção de estratégias corporativas, políticas públicas e modelos de governança. Suas atuações mais recentes incluem a participação em estudos urbanos voltados para sustentabilidade de políticas públicas, entre eles a criação da estratégia econômica e espacial do novo Plano Diretor e Zoneamento de São Paulo. Também atua voluntariamente em projetos de colaboração internacional voltados para o desenvolvimento sustentável e é entusiasta de ferramentas eletrônicas de transparência de informações, visualização de impactos e ativação da participação pública na tomada de decisões.

[8PM] Visualization in urban development

Bruno Borges holds a MSc. in Urban Management by the Technische Universität Berlin and has a bachelor degree in Business Administration by the School of Economics, Business and Accounting of the University of São Paulo. He participated in several consulting projects in the public and private sectors, with an emphasis on strategic planning, governance, data analysis and the creation of methodologies to evaluate impacts. His most recent projects include participation in urban studies focused on public policies for sustainability, including the participation in the creation of the economic and spatial strategy for São Paulo City new Master Plan and Zoning laws. He also acts voluntarily in international cooperation projects for sustainable development and is enthusiastic of electronic transparency and information tools, impact visualization and activation of public participation in decision-making.


[21h] Arte computacional com Processing

Caleb Mascarenhas é artista audiovisual, programador e educador. Trabalha com educação não formal em arte e tecnologia. Ministra a Oficina de Programação Visual com a ferramenta Processing e Oficina e Workshop Música Digital em diversas instituições culturais. Como artista multimídia já se apresentou por diversos estados no Brasil, na Europa e América do Sul. Como instrumentista acompanhou diversos grupos e artistas em turnês e shows. Apresentou performances em festivais e mostras de arte contemporânea. Possui formação extra curricular em tecnologia com cursos de programação com a linguagem Java e desenvolvimento web. Atualmente também trabalha como desenvolvedor web, produtor audiovisual e pesquisador de novas mídias.

[9PM] Computer Art with Processing

Caleb Mascarenhas is a visual artist, programmer and educator. He works with nonformal education in art and technology. He teaches Visual Programming with Processing and Digital Music workshops in several cultural institutions. As multimedia artist he has performed in several states in Brazil, Europe and South America. As a musician he accompanied various groups and artists on tours and shows. He presented performances in festivals and exhibitions of contemporary art. He has training in technology, programming with Java and web development. Currently also works as web developer, audiovisual producer and researcher of new media.

Noitep2.jpg


26/01/2016 Primeiro Encontro

First meeting

Convite-NP-2016-01-26.jpg

Com a presença de: / People attending:

Conversamos sobre alguns trabalhos: / We talked about some artworks:

Eduardo Omine

Monica Rizzolli

Edu Zal

O que é Processing? / What is Processing?

Processing é uma plataforma livre/aberta de programação criada em 2001 por Casey Reas e Ben Fry, largamente utilizada por artistas e para o ensino de programação num contexto visual. O Processing IDE (da sigla em inglês para ambiente integrado de desenvolvimento – simplificando, um editor de texto para código) pode ser baixado em https://www.processing.org (curiosamente ele deu origem ao IDE do Arduino).

A versão 'standard' do Processing é baseada em Java, mas hoje existem dois outros projetos importantes da Fundação Processing:

As ambos podem ser adicionados ao IDE tradicional.

Atividades relacionadas / Related activities

Introdução à programação com Python+Processing
Oficina de GIFs animados
Sketchbook: Arte e Programação com Processing
Meet up Ludum Dare 37