Manual de Privacidade Digital

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa

Objetivo

Este manual online e colaborativo contém (isto é, conterá) uma coletâneas de dicas, sugestões, boas práticas e ferramentas para ajudar as pessoas a protegerem sua privacidade online.

Keep It Simple Stupid (KISS)

A primeira regra para progeger sua privacidade online e offline.

Se uma solução ou software é muito complicado provavelmente você não vai usar, do que adianta então ?

Este guia é somente sobre soluções simples, programas, serviços e soluções que você realmente pode usar diariamente sem querer arrancar seus cabelos.

Em primeiro lugar, em cada seção você aprenderá o que NÃO fazer.

Em segundo lugar, você aprenderá como navegar, ler emails, mandar mensagens, conversar, guardar informações e comprar coisas de maneira segura e privada.

Você aprenderá como tornar bem mais difícil para qualquer governo te espionar e mapear sua vida.

Como essas ferramentas e serviços foram escolhidos

Você notará enquanto lê esse guia que a maioria das ferramentas são open-source. Isto significa que o código-fonte está aberto para qualquer um ver e melhorar o software, também significa que é livre para ser redistribuído e compartilhado com seus amigos.

Esta escolha é intencional.

Primeiro, porque quando é de graça mais pessoas usarão.

Segundo, porque se o código-fonte está disponível para qualquer um analisar é mais difícil, senão impossível, esconder um backdoor no programa que permita alguém rastrear e registrar suas atividades ou até mesmo ganhar acesso direto no seu computador.

Por exemplo, o código-fonte do Skype é fechado logo não sabemos realmente se existe um backdoor embutudo ou não. Não seria supreendente que houvesse um backdoor levando em consideração como a Microsoft, dona do Skype, se ajoelha para o governo americano em outras questões.

Jitsi por outro lado é um outro programa para chamadas de voz que iremos abordar na seção sobre chamadas de voz criptografadas e é open-source, logo se um backdoor fosse embutido no mesmo ele seria rapidamente descoberto.

Mas apenas porque algo é pago ou não é open-source não significa que você deve evitar, apenas significa que você precisa utilizar uma abordagem racional e calculada em relação às ferramentas que melhor atendem suas necessidades.

Então vamos começar!

Torne mais seguro seus hábitos em mídias sociais

A maior parte deste guia é sobre como comunicar-se de maneira privada, mas como vivemos na era das mídias sociais existe outro aspecto da privacidade que você deve considerar. Que as informações que você quer compartilhar com o mundo podem ser perigosas e tão reveladoras quanto as informações que você quer manter protegidas.


Portanto, não divulgue toda sua vida no Facebook


Isso deve valer mais para os jovens leitores mas pense sobre isso; se você é um usuário frequente de sites/programas de mídias sociais como Facebook, Twitter, Instagram, etc., provavelmente você deve compartilhar alguma das seguintes informações:

  • Seu nome
  • Sua data de nascimento
  • Sua aparência
  • Lugares passados e atuais em que você viveu, trabalhou, frequentou a escola, etc.
  • Seus planos de viagem futuros
  • Seu estilo de vida
  • Seus interesses
  • Sua visão política e religiosa
  • Seus amigos
  • Detalhes de membros familiares
  • E por último mas não menos importante, sua localização toda vez que você loga

O que mais uma agência do governo poderia pedir ?

Portanto, quando o assunto é mídia social, apenas pense mais de uma vez antes de postar algo online, isso pode evitar problemas para você daqui a alguns anos.

Navegação segura

A primeira etapa para tornar segura e anônima sua navegação é escolher um bom browser, vamos começar com o navegador do seu computador.

Tanto Google como Microsoft dormem agarradinhos com a NSA, por isso não faz muito sentido usar Google Chrome ou Internet Explorer.

Ao invés disso, visite o Projeto Tor e faça o download do Tor Browser Bundle, que é uma versão do Mozilla Firefox que foi customizada para usar uma subrede anônima que irá tornar seu tráfego anônimo. Veja como funciona.

Como um exemplo, você está em São Paulo e você visita um site ou entra no Facebook pelo Tow Browser. Ao invés de exibir seu endereço IP e localização (que identifica seu computador), acessando pela rede Tor aparentará que seu tráfego está originando de Toronto ou Londres.

Portanto com o Tor Browser Bundle você não revela sua localização e identidade toda vez que visita um website. Isso é muito importante para sua privacidade online.

Faça o download do Tor Browser Bundle aqui, extraia o arquivo, inicie o programa e você estará quase pronto para navegar a Internet de maneira mais segura.

Referências

Prism-break.org: site com lista de ferramentas e serviços que usamos no dia-a-dia, mostrando as opções proprietárias e as opções Open Source.

Digital Privacy Black Paper (ou melhor, "How To Give The NSA The Finger… Without Them Ever Noticing")