Manual do Associado

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa

O objetivo deste manual é reunir as informações mínimas que os associados precisam ter conhecimento de forma resumida.

Sou um novo associado

Bem-vindo, Jedi! Leia atentamente os itens abaixo e já terá conhecimento das informações essenciais.

Já sou associado "da casa", preciso ler isso?

Se tem dúvida, leia! Sempre há algum detalhe que passa despercebido ou que esquecemos.

Como regra geral sobre o comportamento das pessoas no ambiente do Garoa, vale sempre a frase "Be excellent to each other!"

FAQ

Quais devem ser as minhas primeira providências?

  1. Passar os seus dados (nome completo e CPF) para o tesoureiro.
  2. Pergunte ao seu mestre Jedi e ao tesoureiro se eles podem providenciar as chaves do Garoa para você. As vezes temos chaves sobrando, mas na maioria dos casos, alguém terá que fazer uma cópia (e você reembolsa o valor da cópia).
  3. Envie um e-mail para o Chanceler Supremo e para o seu mestre Jedi pedindo para ser incluído na lista de discussão dos associados do Garoa. Esta é uma lista restrita, que utilizamos para discutir assuntos administrativos.
  4. Se quiser votar nas decisões do CMC, torne-se um membro dele. Basta enviar um e-mail para o Chanceler Supremo solicitando a sua inclusão e, na reunião seguinte do CMC, isto será aprovado.
  5. Se você não fez ainda uma página de usuário na wiki, faça!

Como obtenho as chaves do Garoa?

Peça uma cópia para um outro sócio.

Quando devo pagar a primeira mensalidade?

No mês seguinte a sua aprovação como sócio, até o dia 15. Obs.: Se você quiser contribuir já no mês de aprovação, agradecemos!

Para saber como pagar a mensalidade, veja a página específica de mensalidades.

Como me torno membro do CMC?

É só solicitar ao Chanceler Supremo. Basta enviar um e-mail pedindo isso.

Objetivos do Garoa Hacker Clube

  • fomentar o desenvolvimento de uma comunidade de interessados em inovação, ciência, cultura, tecnologia, criatividade, artes e disseminação do conhecimento;
  • promover os ideais da ética hacker perante a comunidade e o poder público, esclarecendo desentendimentos acerca do termo;
  • promover e dar apoio ao uso de tecnologias e padrões que permitam seu livre uso, estudo, adaptação e compartilhamento, respeitando a autonomia individual e coletiva e incentivando a colaboração;
  • promover o acesso à tecnologia e à informação;
  • promover o livre acesso à educação, à cultura e ao conhecimento;
  • promover o desenvolvimento econômico e social sustentável, a ética, a paz, a cidadania, os direitos humanos, a democracia e o combate à pobreza.

Código de Conduta

O Código de Conduta tem por objetivo estabelecer os princípios éticos e normas de conduta que devem orientar as relações internas e externas de todos Associados, independentemente das suas atribuições e responsabilidades.

Princípios

  • o atrevimento da proposição máxima da Thelema. Que é aquela daquele que deseja ir além, como do ingênuo que tem sede de informação, corajosa daquele que cria ou inova sem medo de quebrar paradigmas e desmistificar fnords, conceitos sociais, técnicos e científicos equivocados, sem pudor de errar e de compartilhar o seu conhecimento conquistado.
  • o compromisso com a liberdade da informação.
  • a ética e a transparência na condução de suas ações.
  • o respeito com seus colegas associados. Onde não é mandatório concordar, mas sim admitir divergências, que acreditamos próprias de qualquer debate de idéias, desde que não fira de nenhuma forma este código, o estatuto ou o regimento interno da associação.
  • a coerência com os ideais e objetivos da associação definidos no estatuto social.

Regras de Conduta

  • Acompanhar a lista de discussão oficial do hackerspace para manter-se atualizado de todas as atividades da associação.
  • Conduzir suas atividades com correção, integridade e fazendo uso da boa fé no âmbito de suas ações.
  • Não comprometer os associados enquanto estes estiverem seguindo este código de conduta.
  • Atuar sem coerção e dentro da ordem instituída para com os projetos individuais ou colaborativos.
  • Promover a livre informação, padrões abertos, fontes livres ou abertas porém respeitando as respectivas licenças e direitos, sem ter cerceadas as suas possibilidades de desenvolvimento e hacking.
  • Ter autonomia sobre a liberação de informações sobre seus projetos.
  • Ter liberdade no desenvolvimento de suas atividades, abstendo-se de práticas incorretas ou ilegais que possam afetar os associados e a reputação da Associação
  • Compartilhar informações dentro dos modelos instituídos pela associação.
  • Denunciar ações que pretendam utilizar o patrimônio da associação para fins moralmente questionáveis.
  • Creditar aos associados todos direitos a eles reservados na utilização de um projeto por ele concebido, desenvolvido ou colaborado.
  • Respeitar o direito de todos na utilização da infra-estrutura da associação.

Estatuto e regimento interno

No Estatuto Social está descrito em detalhes o funcionamento do Garoa Hacker Clube.

No Regimento Interno estão descritas as informações referentes ao funcionamento das contribuições associativas e benefícios adicionais dos associados.

Direito dos Associados

  • gozar dos benefícios oferecidos pelo Garoa HC na forma prevista no Estatuto Social e no Regimento Interno;
  • recorrer à Assembleia Geral contra qualquer ato da Diretoria Executiva, do Conselho Manda-chuva ou do Conselho Fiscal;
  • estar presente e tomar a voz em reunião de qualquer órgão deliberativo ou administrativo do Garoa HC.

Deveres dos Associados

  • cumprir e fazer cumprir o presente Estatuto Social, o Código de Conduta e o Regimento Interno;
  • respeitar e cumprir as decisões da Assembleia Geral, do Conselho Manda-Chuva e da Diretoria Executiva;
  • zelar pelo bom nome do Garoa HC;
  • defender o patrimônio e os interesses do Garoa HC;

Contribuições associativas

  • Mensalidade: R$70 ou R$110, com vencimento no dia 15 de cada mês. Pagamentos via depósito ou dinheiro.
  • Anuidade: R$700 ou R$1.100, pago à vista em fevereiro. Em outros meses os valores são R$700 ou R$1.100, também pago à vista, porém com vencimento da anuidade para fevereiro e pagamento proporcional ao desconto de uma mensalidade.
  • Pagamentos de mensalidade serão aceitos apenas em forma de depósito na conta bancária do Garoa ou dinheiro. O pagamento só será computado se o comprovante for enviado para pagamentos arroba garoa.net.br.

A gestão das contribuições é feita pelo Tesoureiro ou, na falta deste, pelo Diretor de Hardware.

Desassociação

A perda da qualidade de Associado dar-se-á por falecimento, incapacidade ou justa causa, sendo esta última cabível nas seguintes hipóteses:

  • descumprimento do Estatuto Social, do Código de Conduta ou do Regimento Interno;
  • prática de ato ilícito e/ou incompatível com os princípios do Garoa HC;
  • difamação do Garoa HC ou de seus Associados;
  • prática de ato que contrarie decisões de Assembleias, Diretoria e Conselhos;
  • não pagamento de três parcelas consecutivas das contribuições associativas.

Gestão do cotidiano

A gestão do espaço, das ferramentas, a execução de atividades, assim como o cuidado com a comunidade do Garoa, é responsabilidade de todos os frequentadores: deixe o espaço melhor do que o encontrou, deixe as pessoas melhores do que as encontrou.

Questões relativas ao Garoa são, usualmente, apresentadas e discutidas em nossa lista de emails. Quando necessário, decisões são tomadas pelo Conselho Manda-chuva (CMC) durante suas reuniões mensais.

Posto isso, certos associados assumem um papel destacado com relação a algumas funções do clube:

A supervisão e organização da gestão dos equipamentos tem como referência o Diretor de Hardware.

A supervisão e organização da gestão da comunidade e de eventos tem como referência o Diretor de Software.

Manual de Sobrevivência na Selva

Quando estiver em dúvida, invente! Quando estiver sem dúvidas, fique em dúvida.

Quando tudo parecer perdido, busque orientação espiritual.

Todas as respostas estão na wiki, mas às vezes para encontrá-las é preciso escrevê-las.

Se, ainda assim, você continuar em dúvida, visite a nossa FAQ.

Reunião do Conselho Manda-chuva

O Conselho Manda-chuva reúne-se ordinariamente na terceira terça-feira de cada mês, às 19h30, na sede do Garoa HC.

O teto obrigatório da reunião do Conselho Manda-chuva é 23h30, devido ao horário de encerramento do metrô. Em casos excepcionais, como assuntos urgentes ou polêmicos, excessões poderão ser abertas mediante a garantia de transporte (carona) para todos os presentes.