História

De Garoa Hacker Clube
Ir para: navegação, pesquisa
Primeira sede do Garoa, no porão da CCD. Ficávamos na janela atrás das plantas.
Preparativos da nova sede, em Pinheiros.

A história do Garoa começa muito antes de sua fundação, em 2011. Na verdade, um grande esforço coletivo e colaborativo, iniciado anos antes, foi responsável pelo surgimento da ideia de se criar um hackerspace na cidade de São Paulo.

Germinação

As primeiras discussões sobre a criação do Garoa Hacker Clube começaram a surgir a partir de junho de 2009, com a criação de uma comunidade no Ning, já desativada. Esta comunidade foi fundamental para atrair e aglutinar diversas pessoas que, cada uma por seu motivo, já conheciam o conceito de hackerspace. Foi nesta comunidade que começamos a discutir como viabilizar a ideia, e através dela começamos a mobilizar as pessoas interessadas e planejar o que seria necessário para criar um hackerspace. Um nome provisório foi escolhido: hackerSPace (com SP maiúsculo, e é por isso que até hoje uma de nossas listas de discussão tem esse nome).

Primeiras reuniões

Em janeiro de 2010 realizamos a primeira apresentação pública da ideia do Hackerspace, durante a Campus Party. Além de divulgar a iniciativa, esta apresentação também permitiu que algumas pessoas que se conheciam pela comunidade no Ning se encontrassem pessoalmente pela primeira vez. Diversas pessoas participaram da apresentação e apoiaram a ideia, o que animou o grupo.

Em julho de 2010, fizemos a primeira reunião presencial no PoliGNU (Grupo de Estudos de Software Livre da Escola Politécnica da USP). Nesta época, várias pessoas envolvidas na criação do hackerspace já tinham conexões com a Casa da Cultura Digital (CCD), localizada em uma charmosa vila na Barra Funda, em São Paulo, o que culminou com a cessão de um porão (que, anteriormente, era utilizado para festas) para hospedar o primeiro hackerspace brasileiro.

Era Porão

Assim, no final de agosto de 2010, inauguramos nosso primeiro espaço físico permanente, de apenas 12m². Este espaço foi fundamental para o surgimento do Garoa. Finalmente tínhamos um ponto de encontro, e as atividades não demoraram a surgir. A primeira atividade periódica a ser realizada no Garoa foi a Noite do Arduino, criada em novembro de 2010 e, desde então, realizada sempre às quintas-feiras.

Fundação

No dia 20 de fevereiro de 2011, num animado sábado com o típico fuzzing que permeia o Garoa, durante a Epoch0, realizamos uma Assembleia Geral com o objetivo de fundar a associação Garoa Hacker Clube formalmente. A assinatura da ata ocorreu exatamente a 1298244863 UTC (seconds since 1970-01-01 00:00:00), que é o nosso marco 0, quando passamos a contar o Epoch.

Era Pinheiros

Até o início de 2013, o Garoa Hacker Clube ficou instalado no porão da Casa da Cultura Digital. Em Fevereiro de 2013, o Garoa mudou-se para uma nova sede própria, uma ampla casa em Pinheiros. Lá, conquistamos novos associados, realizamos dezenas de novos eventos, criamos novos espaços e adquirimos mais ferramentas e equipamentos.

Ao final de 2014, já tínhamos mais de 40 associados, que contribuem financeiramente com o Garoa, e cerca de 2100 pessoas em nossa lista de discussão e estimamos que mais de 3.000 pessoas já frequentaram atividades que realizamos desde o princípio.

Atualmente, estamos fazendo melhorias no espaço, organizando eventos regulares, desenvolvendo projetos individuais e coletivos. Também estamos ajudando, na medida do possível, na criação de hackerspaces em outras cidades do Brasil.

Cronologia